Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Corpo Humano / Água

Descubra qual é o caminho que a água percorre dentro do nosso corpo

Saiba o que acontece com a água depois de ser engolida

Lucas Vasconcellos // Matéria adaptada por Letícia Yazbek Publicado em 09/10/2020, às 09h46 - Atualizado em 25/06/2022, às 09h00

Imagem ilustrativa de uma pessoa bebendo água - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma pessoa bebendo água - Pixabay

Mais da metade do nosso corpo é composto por água! A cada vez que tomamos um gole desse líquido, ajudamos a organismo a se manter funcionando corretamente. Mas você sabe o que acontece com a água depois de ser engolida? Confira!

Quando colocamos um gole d’água na boca, a sensação de sede já começa a ser aliviada, pois ali existem sinalizadores que se comunicam com o hipotálamo (pequena região do cérebro que controla, por exemplo, o processo de fome e sede no organismo), avisando que o líquido vai chegar.

Ao ser engolida, a água segue para o estômago (onde é pouco absorvida) e depois para os intestinos, onde é mais absorvida, principalmente pelo intestino grosso. Nessa região, também temos sensores que avisam o hipotálamo sobre a presença da água.

Depois de absorvido pelos órgãos da digestão, o líquido chega ao sangue e se mistura com o plasma (componente líquido do sangue).

Com a ajuda do coração, a água presente no sangue segue para todas as nossas células e, assim, é distribuída pelo corpo inteiro.

Quando há excesso de água no corpo, os rins se encarregam de eliminá-la em forma de xixi — quando temos pouca água, a quantidade de xixi produzida é menor. Esses órgãos têm filtros, por onde passa o sangue, que controlam o excesso d’água e separam o que não pode ser aproveitado pelo organismo. O que é útil é reabsorvido pelos vasos sanguíneos e o restante segue para a bexiga — é quando você sente vontade de fazer xixi!

A água também sai do nosso organismo por vias consideradas insensíveis (as que não percebemos): respiração (hidratando o ar que será absorvido pelos pulmões) e evaporação pela pele. Além disso, há a forma sensível, ou seja, quando percebemos que estamos perdendo líquido: suor e cocô (a água também compõe as fezes).