Recreio
Zoo / Animais

Veja quais são as principais espécies de tubarões

Saiba mais sobre algumas das 400 espécies de tubarão

Redação Publicado em 26/11/2021, às 14h56 - Atualizado às 15h49

Cena do filme O Espanta Tubarões (2004) - Divulgação/Paramount Pictures
Cena do filme O Espanta Tubarões (2004) - Divulgação/Paramount Pictures

Tubarão-Branco

Com seu corpo em forma de torpedo, ele nada depressa para pegar raias, peixes, leões-marinhos e até tubarões menores. Tem ótimo olfato e percebe campos elétricos gerados pelo movimento de outros bichos. É o único que põe a cabeça para fora da água. Acredita-se que faz isso para observar as presas na superfície. Vive na costa de lugares quentes.

Tamanho ◗ até 7 metros de comprimento.

Dentes ◗ tem cerca de 3 mil dentes grandes e afiados para cortar o alimento, que é engolido sem ser mastigado. A sua mandíbula tem mais de 57 centímetros de largura e sua mordida tem a força de muitas toneladas.

tubarão branco
Tubarão-Branco / Crédito: Wikimedia Commons

Cação-Anjo

Ele tem o corpo achatado e nadadeiras parecidas com asas. Costuma ser mais ativo à noite e tem uma tática especial para caçar: fica camuflado sob a areia e nas rochas. Pode ficar horas escondido, esperando o momento certo para dar o bote de surpresa.

Tamanho ◗ 2 metros de comprimento.

Dentes ◗ pequenos, pontudos e afiados

Tubarão Cação-Anjo
Tubarão Cação-Anjo / Crédito: Divulgação 

Tubarão-Peregrino

Ele nada de boca aberta, recolhendo plâncton, que é o seu único alimento. Vive na América do Sul, no Mar Vermelho, na China e no Japão. Nada devagar, perto da superfície.

Tamanho ◗ 10 metros de comprimento.

Dentes ◗ tem centenas de dentes pequenos. Os da frente são triangulares e os laterais são cônicos.

Tubarão-Peregrino
Tubarão-Peregrino / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Tigre

Tem listras no corpo e vive sozinho, perto da superfície, em águas quentes do mundo todo. Usa o olfato e outros sentidos para achar suas presas. Ele come de tudo. Já foram encontrados tubarões dessa espécie com latas, garrafas, correntes e cachorros no estômago.

Tamanho ◗ 6 metros de comprimento.

Dentes ◗ são grandes e curvados.

Tubarão-Tigre
Tubarão-Tigre / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Mako

É o mais veloz e nada a 32 quilômetros por hora para caçar. O formato alongado e o focinho pontudo ajudam no deslizamento. Mako, na língua dos maori, povo da Nova Zelândia, significa tubarão.

Tamanho ◗ 4 metros de comprimento.

Dentes ◗ longos, finos e afiados.

Tubarão-Mako
Tubarão-Mako / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Duende

Ele é raro e já foi visto em águas profundas da África, da América do Norte e do Japão. Os cientistas acreditam que seu focinho tem sensores que ajudam a localizar as presas.

Tamanho ◗ 4 metros de comprimento.

Dentes ◗ são três fileiras. Os da frente são grandes e pontudos e os do fundo, menores

Tubarão-Duende
Tubarão-Duende / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Porco

Tem elevações narinas grandes que o ajudam a farejar ouriços, crustáceos e moluscos. Vive em águas rasas e sai à noite para caçar em grupo.

Tamanho ◗ 1,7 metro de comprimento.

Dentes ◗ na frente, são pontudos para pegar presas. Atrás, são lisos para esmagar a comida.

Tubarão-Porco
Tubarão-Porco / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Martelo

Ele tem a cabeça larga e retangular, com um olho de cada lado. Apesar de estranha, ela ajuda no equilíbrio para nadar e a posição dos olhos dá uma visão muito eficiente. Essa espécie tem ótimo olfato e é grande caçador. Vive em águas rasas e quentes de todo o mundo.

Tamanho ◗ 4 metros de comprimento.

Dentes ◗ triangulares, com pontas serradas

Tubarão-Martelo
Tubarão-Martelo / Crédito: Wikimedia Commons

Tubarão-Raposa

Ele tem esse nome por causa de sua cauda enorme, que tem quase o tamanho do resto de seu corpo. Ela ajuda a assustar outros peixes, a dar impulso para nadar mais rápido e até para saltar. Essa espécie vive em todos os oceanos e costuma se aproximar da costa.

Tamanho ◗ 6 metros de comprimento.

Dentes ◗ pequenos, afiados e curvados.

Tubarão-Raposa
Tubarão-Raposa / Crédito: Wikimedia Commons