Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Zoo / Curiosidade

Confira 8 bichos que podem estar vivendo escondidos na sua casa

Além dos vírus e bactérias, existem outros animais que podem estar vivendo em casa escondidos

Letícia Yazbek Publicado em 01/11/2021, às 13h46 - Atualizado em 08/05/2022, às 09h00

Cena da animação 'Vida de Inseto' (1998) - Divulgação/Pixar
Cena da animação 'Vida de Inseto' (1998) - Divulgação/Pixar

Mesmo sem a gente perceber, diversos animais e microrganismos vivem na nossa casa, convivendo com a gente! Saiba quem são eles.

1. Vírus

Basta alguém gripado usar o controle remoto, interruptores ou maçanetas para o vírus ficar ali por algumas horas, espalhando-se para os outros moradores. Por isso, é importante sempre lavar as mãos, mesmo estando em casa, e evitar colocar as mãos sujas nos olhos, nariz e boca.

2. Bactérias

A cozinha é um dos lugares da casa mais favoráveis ao crescimento das bactérias: a pia, a esponja e o cesto de lixo contêm restos de alimento e gordura, que ajudam na proliferação nas bactérias. Se entrarem em contato com pratos em talheres, podem causar intoxicações alimentares. Lave bem as mãos antes de manipular os alimentos e observe se, na sua casa, a pia, balcões e eletrodomésticos estão bem limpos.

3. Fungos

Alimentos esquecidos no armário ou na geladeira podem apresentar uma grande concentração de fungos: é o mofo ou bolor. A comida mofada tem cor, aspecto e cheiro alterados. Em alguns casos, ingerir esses alimentos não faz mal. Mas eles podem causar mal estar e até intoxicações alimentares. É melhor evitar! Além disso, revistas e livros podem acumular fungos que levam a reações alérgicas.

4. Baratas

Elas são atraídas por lixo, restos de alimentos, gordura e umidade. Elas costumam aparecer na cozinha, principalmente perto do cesto de lixo, e em depósitos ou áreas de serviço, onde há muitos objetos guardados. O ideal é deixar tudo organizado e o chão limpo. Outra dica é evitar o acúmulo de água na cozinha e banheiros.

5. Ácaros

São parentes microscópicos das aranhas. Muitos dos que moram em nossas casas se alimentam de células mortas de pele humana e animal. Estão presentes em travesseiros, almofadas, sofás, tapetes e brinquedos de pelúcia. Os ácaros podem provocar alergias, rinite e asma alérgica. Para eliminá-los, é preciso manter os cômodos arejados, expor travesseiros e roupas de cama ao sol e evitar o acúmulo de poeira.

6. Formigas

As formigas que ocupam as casas aparecem por toda a parte: na sala, nos banheiros, na cozinha e nos quartos. Elas se instalam em lugares escuros e quentes, como frestas dos azulejos e pisos, e dentro de eletrodomésticos.  As formigas se alimentam de restos de alimentos, principalmente doces — algumas espécies também comem células de pele morta. Por isso, evite comer na sala e no quarto e mantenha sempre os cômodos limpos.

7. Traças

São insetos que se alimentam de diferentes materiais, dependendo da espécie. Uma delas se alimenta de celulose, encontrada nas folhas de livros e revistas. Outra come os tecidos que formam roupas, tapetes e estofamentos. Para afastar as traças, evite o acúmulo de papeis, mantenha os livros em locais limpos e arejados e inspecione periodicamente as roupas.

8. Cupim/Bicho da luz

São atraídos pela celulose, substância presente na madeira, plantas e papel. Na sua casa, eles podem se alimentar de objetos e móveis de madeira, livros e revistas. Já os cupins de lâmpada, também chamados de siriri, são a casta responsável pela reprodução da espécie. Atraído pela luz, ele tenta se instalar em um local adequado para iniciar uma colônia.