Recreio
Zoo / Animais

Espécies do verão: 7 bichos típicos do calor

Durante essa época do ano, várias espécies de animais se reproduzem e se desenvolvem

Letícia Yazbek Publicado em 28/05/2021, às 13h00 - Atualizado às 16h26

Imagem ilustrativa de uma borboleta - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma borboleta - Pixabay

Na estação mais quente do ano, com o aumento da temperatura e da umidade, várias espécies de animais se reproduzem e se desenvolvem. Por isso, nos as encontramos com mais frequência durante esse período!

Em todos os lugares

No verão, os mosquitos se reproduzem e se desenvolvem com mais facilidade. Aí, as fêmeas, que colocam de 200 a 400 ovos por gestação, precisam de mais sangue para que os ovos se desenvolvam corretamente. Os mosquitos costumam atacar mais no final da tarde e à noite.

Além do incômodo causado pelas picadas, os mosquitos podem transmitir doenças como a dengue. Para evitar as picadas, o melhor é usar calças e camisetas de mangas compridas, passar repelente nas áreas do corpo que ficam mais expostas e colocar telas protetoras nas janelas.

Atrás de restos de alimentos

As moscas também se reproduzem com mais velocidade no verão. Elas têm o olfato muito desenvolvido e são atraídas por restos de alimento úmido, como aqueles que ficam no fundo da lata de lixo. A mosca pode contaminar os alimentos e transmitir doenças como conjuntivite, micose e diarreia. Manter a casa limpa, sem restos de alimento, com a pia, chão e bancadas sempre limpos e secos ajuda a evitar o surgimento das moscas. Outra dica é deixar o lixo sempre fechado, retirá-lo com frequência e limpar a lixeira.

Pisca-Pisca

Os vagalumes podem ser vistos em regiões tropicais e temperadas, nas noites de verão. Eles gostam de áreas quentes e úmidas, por isso costumam aparecer nesse período do ano. Os adultos vivem apenas no verão, quando se acasalam. Aí, os ovos são colocados em madeiras no interior das matas.

Depois de quinze dias, surgem as primeiras larvas, que demorar cerca de dois anos para se tornarem adultas. Os vagalumes produzem luz com órgãos especiais na parte inferior do abdômen. As substâncias químicas que são produzidas se misturam com o oxigênio do ar, emitindo lampejos de luz para atrair o sexo oposto.

Escondida em casa

Com as altas temperaturas, as aranhas se reproduzem com mais facilidade. Elas gostam de ambientes quentes e secos, e se aproximam das residências em busca de água e comida. A aranha marrom, uma das mais perigosas que existem no Brasil – tem uma toxina que destrói os glóbulos vermelhos do sangue – , vive dentro das casas, em rodapés, atrás dos móveis e em meio a papéis e objetos. Para evitar o aparecimento das aranhas, mantenha a casa sempre limpa e organizada, livre de entulhos.

Cores por todos os lados

As borboletas visitam nossos quintais e jardins durante todo o ano, mas é no verão que aparecem com maior frequência. Durante a primavera, as lagartas se desenvolvem e, no verão, se transformam em borboletas. As borboletas se alimentam do néctar das plantas – um líquido doce produzido pelas flores. Elas também são atraídas pela coloração das flores, e preferem as plantas com flores vermelhas, rosas, amarelas ou laranjas.

Caçadores de insetos

A maioria das espécies de pássaros bota ovos durante o verão. Aí, a fêmea choca e os ovos eclodem depois de 15 a 20 dias. Os pais buscam alimentos para os filhotes, que após cerca de duas semanas estão prontos para voar. Os pássaros se alimentam de sementes, pequenos frutos e insetos. Além do aumento dos pássaros, os insetos também aparecem com mais frequência no verão. Aí, os pássaros e filhotes têm alimento garantido, mantendo o equilíbrio da natureza.

Reprodução em alta

Os sapos são muito comuns em países tropicais, como o Brasil. Eles gostam de ambientes quentes e úmidos – a fêmea precisa da água de rios ou lagos para por os ovos. Os sapos são mais ativos durante o verão, à noite, quando estão se reproduzindo e procurando por comida. Eles se alimentam principalmente de insetos, que também surgem em maior quantidade no verão.

Consultoria: Guilherme A. Domenichelli (biólogo e autor dos livros Girafa Tem Torcicolo? E O resgate da Tartaruga (Panda Books)).