Zoo | Escola

Conheça a origem de expressões relacionadas a animais

Amigo da onça, sangue de barata, boca de siri... Entenda essas e outras expressões!

terça 5 novembro, 2019
Foto:Getty Images

Amigo da onça

Esse termo surgiu na década de 1940, na revista O Cruzeiro. Havia um personagem que sempre levava vantagem sobre as outras pessoas e, em uma das histórias, dois caçadores estão conversando e um deles sempre alega que a onça vai acabar tendo vantagem sobre o outro. No fim, o outro pergunta: “Afinal, você é meu amigo ou amigo da onça?” E daí a expressão se consagrou como amigo falso, encrenqueiro, que sempre põe o outro em apuros.

Notícias Relacionadas

Nem que a vaca tussa

A expressão significa que algo não tem nenhuma chance de acontecer. Ela se baseia na crença de que seria impossível uma vaca tossir. É semelhante a dizer que algo será feito no dia de “São Nunca”, por exemplo.

A vaca foi para o brejo

Um brejo é um terreno cheio de lama, alagado. A origem provável da expressão está no fato de que os boiadeiros sabem que, quando uma vaca atola num brejo, dá muito trabalho retirá-la de lá. Assim, a expressão significa algo muito trabalhoso, muito difícil, muitas vezes até impossível.

Cego como uma toupeira

A toupeira é um mamífero praticamente cego. Ela vive praticamente toda a vida em túneis, onde escava o que come. Como quase nunca vem à superfície da terra, ela desenvolveu muito o olfato e tem a visão falha. Assim, ao dizer que uma pessoa é “cega como uma toupeira”, está atribuindo a ela as características naturais da toupeira, a cegueira.

Memória de elefante

Elefantes percorrerem longas distâncias e lembrarem os locais marcantes por onde passaram, seja porque tinham alimentos, água ou abrigo, por exemplo.  Assim, sempre que queremos dizer que uma pessoa tem uma memória muito boa, que não esquece nada ou quase nada, nós a comparamos aos elefantes, que percorrem distâncias enormes e guardam na memória as trilhas e a importância de cada lugar.

Sangue de barata

A barata é um inseto pecilotérmico (bichos com sangue frio). Como poeticamente o sangue é ligado às emoções, dizer que alguém tem sangue de barata significa dizer que aquela pessoa é muito fria, não reage a uma ofensa ou é muito lenta para responder a alguma agressão.

Boca de siri

O siri é um animal tem uma boca muito pequena e quase invisível a olho nu. Além disso, quando o siri agarra um alimento, ele não o solta com facilidade, mantendo a pequena boca sempre fechada. Como “boca fechada” é uma expressão que significa “guardar segredo”, “ser discreto”, a expressão “boca de siri” acabou tendo esse mesmo significado, ou seja, querer que uma pessoa fique quieta sobre algum segredo que lhe foi contado. A boca significando “segredo” está presente em outras expressões populares, como “minha boca é um túmulo”, “em boca fechada não entra mosca”.

Abraço de tamanduá

A expressão significa que estamos lidando com alguém muito falso, e que demonstra carinho de forma mentirosa. A origem vem do fato de que o tamanduá-bandeira possui garras muito fortes, capazes de matar animais muito maiores do que ele. Quando se sente ameaçado, o tamanduá se ergue sobre as duas patas traseiras e abre as patas dianteiras como se fosse dar um abraço no agressor. Outras expressões com animais também demonstram falsidade das emoções, como “abraço de urso” e “lágrimas de crocodilo” – em comum, demonstram uma aparência falsa e malvada por trás de atitudes que são consideradas de amigos.

Esperto como uma raposa

As raposas são animais espertos (conseguem atravessar rios congelados sobre uma camada fina de gelo, sem quebra-la). Também conseguem enganar os caçadores e os cães farejadores com facilidade, escondendo-se ou camuflando o odor, por exemplo. Daí, ao falar que uma pessoa é “esperta como uma raposa”, quer dizer que é preciso ter muito cuidado com ela, pois ela sabe usar táticas e artimanhas que podem confundir.

Estômago de avestruz

O avestruz come praticamente tudo o que pode bicar do chão, inclusive objetos de metal reluzente. O estômago dessa ave possui um suco gástrico muito forte. Assim, quando dizemos que uma pessoa tem estômago de avestruz, queremos dizer que ela é capaz de comer qualquer coisa, e em quantidades enormes, sem passar mal, enquanto outros que comessem aquilo certamente passariam.

Gritar como uma gralha

A gralha é o nome de vários pássaros de pequeno porte, geralmente muito barulhentos e que emitem um som estridente e ruim. Quando dizemos que uma pessoa grita como uma gralha, estamos dizendo que aa voz é desagradável e muito alta, e que, além disso, essa pessoa não oferece maiores perigos.

Ter minhocas na cabeça

A expressão significa que alguém tem ideias loucas, sem fundamento. As origens podem vir do fato de que as minhocas se reproduzem com facilidade, além de serem animais que dão muito nojo e que se locomovem por dentro da terra aparentemente sem nenhuma meta. Assim, alguém que tem minhocas no lugar de cérebro teria o comportamento de uma minhoca, e só teria ideias e planos fantasiosos ou impossíveis.

Lobo em pele de cordeiro

Essa expressão tem origem na Bíblia, no Novo Testamento, quando Jesus manda que os discípulos tomem cuidado com falsos profetas, que são como “lobos fantasiados de cordeiro”. Assim, quando dizemos que uma pessoa é um “lobo em pele de cordeiro”, estamos dizendo que é uma pessoa que aparenta doçura, confiança (como o cordeiro), mas que na verdade quer destruir aqueles de quem se aproxima (como o lobo).

Letícia Yazbek
Leia Mais:

Assine e Ganhe

ESCOLA

  1. 1 Quer assistir apresentações de corais, orquestras e peças e sentir como era São Paulo no século 20? O Teatro Municipal é o lugar certo!  Theatro Municipal de São Paulo: Cartão-postal da cidade
  2. 2 Confira 7 curiosidades sobre o trânsito
  3. 3 Conheça o trabalho de 6 mestres da Filosofia
  4. 4 Quais são os museus mais visitados do mundo?
  5. 5 Aprenda a reduzir o consumo de energia elétrica em casa