Recreio
Escola / Idiomas

Repletos de símbolos e caracteres: 5 alfabetos bem diferentes

Além do romano, usado pela maioria das línguas ocidentais, há outros sistemas de escrita. Conheça alguns deles!

Redação Publicado em 11/02/2021, às 18h43 - Atualizado às 18h57

Imagem ilustrativa de letras - Pixabay
Imagem ilustrativa de letras - Pixabay

Um dos primeiros

O alfabeto grego é formado por 24 letras e usado há mais de 2.800 anos! A palavra alfabeto surgiu a partir das duas primeiras letras desse sistema de escrita: alfa e beta. Ele serviu de base para outras escritas, como a usada na Rússia, e para o alfabeto romano. Além disso, letras gregas aparecem na matemática, física e astronomia.

Pouco usado

O sistema de escrita aramaico surgiu na Mesopotâmia, por volta do ano mil antes de Cristo – descrevia os modos de administração e rituais religiosos. É lido da direita para a esquerda e formado por 22 símbolos, que representam consoantes. Deu origem a outros alfabetos, como o árabe e o hebraico, mas ainda é usado em pequenos locais do Oriente Médio, em especial no interior da Síria.

Línguas indianas

Já ouviu falar do alfabeto devanágari? Ele aparece no sul da Ásia, como na Índia e no Nepal. É formado por caracteres que representam sons e são lidos da esquerda para a direita. Serve para idiomas como hindi, marata e caxemira. Além disso, está no sânscrito, idioma ancestral da Índia. Apesar de ser uma língua morta, o sânscrito é considerado um dos idiomas oficiais do país.

Sentido contrário

O alfabeto árabe está em países como Iraque, Síria, Líbano e Arábia Saudita. Ele foi criado a partir do alfabeto aramaico, por volta do ano 400. É formado por 28 consoantes, além de sinais que representam as vogais – eles são colocados abaixo ou acima das letras. Assim como o aramaico, é lido da direita para a esquerda.

Milhares de símbolos

O chinês mandarim foi criado por volta de 2 mil antes de Cristo. Ele é representado por símbolos: os logogramas. Cada símbolo tem determinado número de traços e representa um objeto, conceito ou ideia. Grandes dicionários chineses apresentam até 56 mil símbolos. Mas uma pessoa fluente no idioma deve reconhecer de 3 mil a 6 mil deles.