Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Música

Como funciona uma orquestra?

Saiba tudo sobre os bastidores de uma orquestra

Letícia Yazbek Publicado em 21/07/2022, às 18h08

Imagem ilustrativa de uma orquestra - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma orquestra - Pixabay

A orquestra é formada por 80 a 100 músicos — tudo depende da combinação pensada pelo compositor. Os músicos tocam de acordo com as indicações escritas pelo compositor na partitura e orientações do maestro

Regente

O maestro conduz os músicos para que a obra seja executada como foi escrita pelo compositor. De costas para o público, é o último a entrar. Ele coordena o ritmo com gestos e expressões faciais que são ensaiados.

Que gesto é este?

Com a mão direita, o maestro uessegura a batuta — varinha de madeira — e controla o tempo e a velocidade da música. Com a outra, indica quando os grupos de instrumentos e os músicos devem entrar e o sentimento que a música deve exprimir.

Braço direito

O Spalla (ombro, em italiano) é o primeiro violinista da orquestra. Ele fica sentado à esquerda do maestro e o auxilia repassando as orientações para os músicos. É responsável pelos solos de violino e pode até substituir o maestro nos ensaios.

Todos juntos

A orquestra sinfônica é formada por quatro grupos de instrumentos chamados de naipes ou famílias — cordas, madeiras, metais e percussão. No palco, os instrumentos com sons mais fortes ficam no fundo.

Tudo dá música!

Existem outros instrumentos que não são vistos com frequência nas orquestras. Isso porque não existem tantas obras escritas para eles. Mas há muitas orquestras modernas que contam com instrumentos diferentes, como serrotes e pianos de brinquedo.

Cordas

A família das cordas é a base da orquestra — ela é formada por violinos, violas, violoncelos, contrabaixos e harpas, que ficam na frente do palco. Os violinos ficam na frente, à esquerda e à direita do maestro.

Madeiras

O grupo das madeiras fica atrás das violas. É composto por instrumentos com lâminas feitas de cana que vibram com o sopro do músico. Antigamente, as flautas eram de madeira. Por isso, as flautas de metal continuam nesse grupo.

Os instrumentos de metal ficam no centro do palco, pois têm uma intensidade mediana. Eles funcionam com o sopro do músico, assim como os instrumentos de madeira. Estão nesta família trompete, trombone, tuba e trompa.

Os instrumentos de percussão mais usados são tímpano, prato, triângulo, bumbo, pandeiro e caixa clara. Há outros na música brasileira, como cuíca, ganzá, tamborim e reco-reco. A família da percussão fica ao fundo do palco.

As maiores do mundo

As principais formações sinfônicas do mundo são a Filarmônica de Viena, na Áustria, e a de Nova York, nos Estados Unidos, de 1842. No Brasil, as maiores são a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), de 1954, a Sinfônica Brasileira, de 1940, e a Sinfônica de Ribeirão Preto, de 1938.