Recreio

Lightyear: 5 curiosidades sobre o Buzz que talvez você não sabia

Confira alguns fatos curiosos sobre o patrulheiro das galáxias mais famoso do mundo antes de conferir o novo filme da Pixar

Daniela Bazi Publicado em 27/04/2022, às 12h35

Cena de Buzz no filme "Lightyear" - Divulgação/Pixar
Cena de Buzz no filme "Lightyear" - Divulgação/Pixar

Na última terça-feira, 26, a Pixar anunciou que o ator e apresentador Marcos Mion será o responsável por dublar o patrulheiro das galáxias Buzz Lightyear no filme em que conta a história do clássico personagem apresentado na franquia de Toy Story.

“Lightyear” tem lançamento marcado para o dia 16 de junho, e promete introduzir ao público a história original por trás do astronauta de brinquedo mais famoso do mundo.

Antes de assistir ao mais novo filme da Pixar, confira cinco curiosidades sobre o Buzz Lightyear que talvez você não sabia.

1. Traje vermelho?

Hoje em dia é praticamente impossível imaginar o Buzz sem logo pensar em seu clássico traje branco, verde e roxo. Mas, você sabia que seu uniforme de astronauta deveria ser de outra cor?

Ainda na fase de criação da animação, os produtores tiveram a ideia de colocar Buzz em um traje vermelho como uma forma de dar mais destaque ao personagem. No entanto, após alguns testes, eles perceberam que a paleta de cores não combinava com a atmosfera do filme e mudaram para aquilo que conhecemos hoje.

Buzz com traje vermelho
Teste de tela do Buzz com traje vermelho / Crédito: Divulgação/YouTube/CaptRobau

2. Buzz seria enviado de volta à fábrica em Toy Story 3

Segundo o site Screen Rant, no ano de 2005, a Disney e a Pixar estavam prestes a se separar e, por esse motivo, o estúdio de Mickey Mouse decidiu criar uma nova equipe de animação para trabalhar com Toy Story 3, que acabou criando planos muito diferentes para a trama da animação.

Em um deles, Buzz sofreria aquilo que chamamos de “recall”, quando um produto é enviado de volta à fábrica devido a algum problema. Sendo assim, o astronauta seria levado de volta para Taiwan, onde foi fabricado, e o filme iria acompanhar a aventura dos outros brinquedos tentando salvar o patrulheiro. No final, ambos os estúdios resolveram suas pendências, e essa história foi descartada.

3. Seu nome original não seria Buzz

Durante o processo de criação de uma animação, é extremamente comum que os personagens passem por dezenas de alterações, indo desde suas aparências até os seus próprios nomes — e com Buzz não foi diferente.

Inicialmente, um dos nomes que a Pixar teria cogitado em chamar o astronauta seria Lunar Larry, que não agradou tanto a produção. Sendo assim, os profissionais que estavam envolvidos no primeiro Toy Story escolheram buscar inspiração em histórias sobre viagens ao espaço, e decidiram fazer uma homenagem ao astronauta de verdade Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua.

Astronauta Buzz Aldrin
Astronauta Buzz Aldrin / Crédito: Wikimedia Commons

4. Jim Carrey seria o dublador original

Na versão em inglês, o ator e comediante Tim Allen é o responsável por emprestar sua voz a Buzz em toda a franquia de Toy Story. Porém, em meados dos anos 90, a Pixar teria cogitado um outro grande nome para dublar Buzz.

Isso porque, naquela época, Jim Carrey estava entre os maiores nomes de Hollywood graças ao seu enorme sucesso em filmes como "Ace Ventura" e "Debi e Lóide". O estúdio então cogitou em o incluir no elenco de dubladores, no entanto, as negociações não andaram para frente e Allen acabou assumindo o papel.   

5. Amigo ou hater?

Antes de se tornar a história mágica que conhecemos hoje, Toy Story já teve muitas tramas descartadas. Segundo Tom Hanks, o dublador original de Woody, seu personagem foi escrito por Jeffery Katzenberg, produtor do filme, como um "tipo de cara muito amargo, nervoso e desagradável".

Em uma versão descartada revelada pela Pixar, Woody chegou a empurrar Buzz da janela, e não se desculpou por isso. A Disney acabou não gostando nem um pouco da trama, e obrigou a Pixar a alterar a história para aquilo que conhecemos hoje.