Recreio
Ciência / Invenções

Como surgiu o picolé?

Essa deliciosa sobremesa só existe hoje graças a um menininho de apenas 11 anos. Entenda a história!

Renato Lamanna Publicado em 20/08/2021, às 10h00 - Atualizado às 10h38

Imagem ilustrativa de picolés - Pixabay
Imagem ilustrativa de picolés - Pixabay

Apesar o sorvete de massa já existir há cerca de 4 mil anos, foi só em 1905 que a história do picolé começou a traçada. Naquele ano, norte-americano Frank Epperson tinha só 11 anos.

Durante o inverno, depois de brincar na neve, ele esqueceu um copo de suco, com uma colher dentro, na varanda de casa onde morava. No dia seguinte, notou que a colher estava presa dentro do suco congelado.

Mas Frank nem deu bola para essa descoberta incrível. Ele cresceu e foi trabalhar com imóveis, afastando-se da possibilidade de tornar o inventor do sorvete de palito.

Por que não?

Mas em 1913, aos 18 anos, Frank decidiu preparar uma receita parecida com a que havia congelado sete anos antes. O produto foi um sucesso tão grande que, em 1923, foi patenteado como eppsicle (Epp’s icicle, ou gelinho do Epp).

O sorvete no palito caiu no gosto do público. Em 1925, foi comprado por uma empresa de Nova York (Estados Unidos) e recebeu o nome Popsicle (picolé em inglês). De lá para cá, a marca já mudou de dono inúmeras vezes, mas continua sendo uma das maiores empresas dos Estados Unidos.