Recreio
Ciência / Entretenimento

Como funciona o toboágua?

Entenda o que acontece no brinquedo enquanto você desce a toda velocidade

Lucas Vasconcellos Publicado em 07/01/2022, às 10h00

Getty Images
Getty Images

Ao descer em um toboágua, apesar da velocidade em que você está, não há risco de sair voando do brinquedo. A velocidade nas curvas do trajeto é sempre menor do que seria na queda livre de uma pessoa. Além isso, a velocidade da descida varia a cada trecho, garantindo a segurança.

A tendência natural do corpo é seguir reto. Mas um toboágua com curvas muda essa lei da física: quando aparece uma curva na pista, entramos em contato com a lateral da estrutura, que nos empurra de volta e nos obriga a seguir pelo caminho que não é o reto. O filete de água presente durante toda a descida também ajuda na condução do corpo humano pelo trajeto certo.

Não é sempre igua

A velocidade de descida em um toboágua varia de pessoa para pessoa: quanto mais massa (peso) você tiver, maior será a velocidade que pode atingir. Outros fatores influenciam, como a área de contato com a pista (quanto menor, maior é a velocidade), o tipo de tecido e o comprimento da roupa que você está usando (quanto mais comprida ela for, menor é a velocidade).

Apesar de parecer que você chega ao final do trajeto numa velocidade menor, isso não é verdade - o impacto ao atingir a água é proporcional à velocidade que você manteve durante o caminho.

Mas a maneira como nosso corpo bate na água da piscina (com os pés, por exemplo) pode alterar a sensação, deixando-a mais suave. E a curvatura do toboágua também engana: cria a sensação de suavidade na inclinação para que o impacto pareça menor. 

Consultoria: Evaldo Ribeiro (Professor da Universidade Federal do Paraná) e Ronni Amorim (professor da UnB).