Recreio
Zoo / Animais

10 fatos curiosos sobre as borboletas

Conheça mais sobre estes incríveis animais que precisam passar por algumas transformações até a fase adulta

Maria Carolina Cristianini Publicado em 20/08/2021, às 11h00 - Atualizado às 11h33

Borboleta em seu habitat natural - Pixabay
Borboleta em seu habitat natural - Pixabay

1. Chamamos de borboleta o animal que já está na fase adulta da vida — antes disso, ela já foi ovo, lagarta e viveu em um casulo. Quando se torna uma borboleta, o inseto voa entre flores, alimentando-se principalmente do néctar delas, e se reproduz.

2. No período em que é adulta, a borboleta usa muitas partes do corpo para encontrar comida: as antenas percebem cheiros; a parte de baixo das seis pernas possuem receptores que captam informação sobre o sabor dos alimentos; a língua lembra uma tromba enrolada e estica para sugar, por exemplo, o néctar das plantas.

3. Esses animais sentem os sabores por meio de receptores que ficam na parte de baixo das pernas. Ao pousar em uma flor, eles já experimentam seu néctar. Com essa habilidade, também conseguem saber qual local é seguro pousar, se alimentar e reproduzir.

4. As asas são cobertas por minúsculas escamas, que criam efeitos visuais de cores e estampas. O colorido serve de alerta, mostrando que a borboleta é venenosa para alguns predadores, ou pode ajudar na camuflagem do animal. Outra utilidade das escamas: absorvem e refletem a luz solar, controlando a temperatura do corpo do animal.

5. Você sabe diferenciar uma borboleta de uma mariposa? É fácil: quando pousam, borboletas ficam com as asas fechadas, enquanto mariposas as mantêm abertas. E, em geral, borboletas são coloridas e têm hábitos diurnos – os hábitos das mariposas são noturnos.

6. As borboletas vivem em todos os continentes, exceto a Antártida. Existem cerca de 20 mil espécies no mundo, e aproximadamente 3.500 delas vivem no Brasil.

7. As borboletas possuem seis patas, três de cada lado, e dois pares de asas. Elas têm milhares de pequenos olhos, que oferecem uma supervisão - esses animais enxergam até raios ultravioletas, invisíveis para os seres humanos.

8. Depois de toda a transformação que enfrentam, deixando de ser lagartas até virarem borboletas, esses bichos vivem (na maior parte das espécies) de duas semanas a dois meses. Mas sabia que algumas mariposas (parentes das borboletas) vivem menos de 24 horas? Elas se acasalam com os machos, botam ovos e morrem.

9. A recordista em tamanho é a birdwing (algo como asa de pássaro). Da ponta de uma asa a outra, pode ter 30 centímetros. Ela vive em florestas da Nova Guiné.

10. Habitante do sudeste brasileiro, a borboleta-coruja tem asas com duas manchas que lembram olhos de coruja. Ao verem isso, os predadores se distraem e até se assustam!