Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Escola / Política

Por que as eleições são importantes?

Descubra por que as eleições são tão importantes para a vida em democracia e entenda o que faz cada um dos três poderes

Redação Publicado em 20/06/2022, às 12h53

Imagem ilustrativa de pessoas votando - Pixabay
Imagem ilustrativa de pessoas votando - Pixabay

Em nome do povo

O Brasil vive em uma democracia com eleições diretas. Nesse modelo, os representantes do povo são eleitos para participarem de decisões e ações que ajudem a manter a ordem das cidades, dos estados e do país. Na época das eleições, os candidatos fazem campanha e destacam as qualidades que possuem para provar que podem ser bons representantes da população.

Atenção total!

Quando as eleições se aproximam, o Brasil inteiro fica ligado nesse assunto. Há expectativa sobre quem será o próximo presidente, além dos governadores de cada estado, prefeitos dos municípios, vereadores, senadores e deputados. Todos os brasileiros que tenham entre 18 e 70 anos são obrigados a votar.

Muita pesquisa

Nas eleições para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e vereadores, a população deve votar com responsabilidade. O melhor é se informar e conhecer bem os candidatos. Dá para fazer isso acompanhando as notícias, os debates entre eles e pesquisando sobre as propostas e o passado de cada um.

Situação parecida

Se você ainda não tem idade para votar nas eleições, talvez já tenha ajudado a escolher o representante da sua classe na escola, por exemplo. Na hora de tomar uma decisão como essa, é importante ser responsável e pensar bem. Afinal, o aluno escolhido é quem vai falar em nome da turma e levar a opinião do grupo para todos. Assim, não adianta você votar no seu melhor amigo ou em alguém super engraçado. Se o representante da turma não estiver disposto a ouvir e a ajudar os colegas, todos vão ficar insatisfeitos.

Só você sabe!

Em nosso país, o voto é secreto. Por isso, ninguém precisa dizer qual candidato escolheu. Mas, se alguém quiser revelar o próprio voto, é importante respeitar a opinião dessa pessoa, mesmo que você não concorde com ela. Cada um tem o direito de fazer o que achar melhor. No fim, vence a escolha da maioria. Isso é a democracia!

Os três poderes

No Brasil, o Estado (instituição oficial que administra o território do país) é formado pela união de três poderes de áreas diferentes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário.

Poder Legislativo: é o encarregado de elaborar ou modificar as leis. Ele é formado pelos vereadores (municípios), deputados estaduais (estados), deputados federais (país) e o Senado, composto pelos senadores. A união entre a Câmara dos Deputados Federais e o Senado forma o Congresso Nacional.

Poder Executivo: é aquele que se preocupa com a aplicação das leis e das políticas sociais. Ele é representado pelos prefeitos (municípios), governadores (estados) e presidente (país). Cada uma dessas pessoas deve colocar as leis em prática e garantir que elas estejam funcionando.

Poder Judiciário: é o responsável por julgar os crimes e avaliar se as leis obedecem à Constituição. Ele é representado pelos juízes e desembargadores, e é o único dos três poderes que não é eleito democraticamente pelo povo.