Recreio
Escola / Palavras

10 palavras que não têm tradução em outros idiomas

Termos que só existem em seu idioma se origem são usados para designar diferentes sensações ou situações

Renato Lamanna Publicado em 03/12/2021, às 11h00 - Atualizado às 11h53

Bandeiras de diferentes nacionalidades - Divulgação
Bandeiras de diferentes nacionalidades - Divulgação

Sabia que existem palavras de outros idiomas que não existem em outras línguas? Conheça algumas delas!

1. Culaccino (italiano)

Sabe aquela marquinha que um copo molhado deixa na mesa? Na Itália, basta dizer culaccino para se referir a ela!

2. Komorebi (japonês)

Quem gosta de acampar, ou já fez trilha, deve ter notado que, na mata, a luz solar não atravessa completamente as folhas das árvores. Isso forma faixas de luz até o chão que, no Japão, recebem o nome de komorebi.

3. Jayus (indonésio)

Você já deve ter ouvido uma piada que, de tão sem graça, acaba fazendo todo mundo rir. Para os indonésios, essa situação é conhecida como jayus.

4. Istoriesmearkoudes (grego)

Se um dia você escutar uma história muito selvagem e incrível, daquelas que não parecem reais, diga que é uma istoriesmearkoudes (em tradução ao pé da letra, história de urso).

5. Tartle (escocês)

Você está andando na rua, encontra alguém que não vê há bastante tempo e prefere nem cumprimentar a pessoa por medo de errar o nome? Na Escócia, a expressão tartle dá nome a essa situação!

6. Waldeinsamkeit (alemão)

Para os alemães, waldeinsamkeit é o sentimento de solidão que surge ao estar em contato com a natureza, envolto pelas árvores. O poeta americano Ralph Waldo Emerson até escreveu um poema sobre essa sensação.

7. Iktsuarpok (inuíte)

Em inuíte, idioma falado na região do Ártico, essa palavra se refere à sensação de impaciência que temos quando alguém está chegando - e que nos faz verificar constantemente se há pessoas do lado de fora da casa.

8. Pochemuchka (russo)

Esse termo é usado para nomear aquelas pessoas que fazem perguntas demais sobre qualquer assunto.

9. Pana Poo (havaiano)

Sabe quando você esquece onde deixou algum objeto e leva os dedos à cabeça, fazendo esforço para se lembrar? Para os havaianos, essa ação de coçar a cabeça se chama pana poo.

10. Litost (tcheco)

Para os tchecos, essa palavra descreve o sentimento que é causado quando alguém imagina seu próprio estado de miséria no futuro e fica desesperado com a possibilidade.

Consultoria: Annelise Estrella Galeazzi (professora de Língua Portuguesa e mestranda em Literatura Comparada pela UERJ).