Recreio
Corpo Humano / Reações

Por que sentimos choque ao bater o cotovelo?

Essa sensação não tem nada a ver com os ossos do braço. Entenda!

Letícia Yazbek Publicado em 12/03/2020, às 10h00

Divulgação
Divulgação

Você já sentiu aquele choque ao bater o cotovelo? Essa sensação é causada por um engano dos sentidos conhecido como parestesia - expressão utilizada para designar qualquer sensação desconfortável que não é causada por estímulos externos, como picadas ou queimaduras.

No caso dos cotovelos, a parestesia é causada por um único feixe nervoso, chamado nervo ulnar - fibras nervosas localizadas no cotovelo, ligadas diretamente ao cérebro. Esse nervo fica na parte mais exposta do cotovelo, por isso é tão fácil batê-lo. 

Os nervos têm a função de transmitir ao cérebro mensagens sobre as sensações que são captadas pelos receptores de tato, temperatura, choque ou dor, por meio dos impulsos elétricos.

Ao batermos o cotovelo, o nervo ulnar é estimulado e provoca uma pequena descarga elétrica. O cérebro entende esse estímulo como se um choque realmente estivesse acontecendo na região. Como esse nervo começa na espinha dorsal, passa pelos ombros e braços, e vai até os dedos anular e mínimo, a sensação de queimação e o choque se prolongam por todo o braço.

Apesar de ser muito intensa, a sensação de dor ao bater o cotovelo costuma passar rápido, depois de uma massagem na região atingida.