zoo   / Animais

Fósseis vivos: Animais pré-históricos que existem até hoje

Conheça animais que dividiram a Terra com os dinossauros e continuam habitando o nosso planeta

Letícia Yazbek Publicado sábado 4 abril, 2020

Conheça animais que dividiram a Terra com os dinossauros e continuam habitando o nosso planeta
O crocodilo é um dos animais tão antigos quanto os dinossauros - Pixabay

Alguns animais que dividem o planeta com a gente hoje são tão antigos que já viviam na época dos dinossauros! Saiba mais sobre eles:

Crocodilo

Répteis que vivem nas margens dos rios das Américas, África, Ásia e Austrália, os crocodilos surgiram há cerca de 230 milhões de anos e conviveram com os dinossauros. Os que vivem atualmente evoluíram 84 milhões de anos atrás — eles conseguiram sobreviver à extinção que fez com que boa parte dos dinossauros sumisse do planeta, há 66 milhões de anos.

Os cientistas não sabem ao certo como os crocodilos sobreviveram — alguns acreditam que eles necessitavam de menos alimento e se adaptavam melhor a novos ambientes do que os grandes dinossauros. A aparência dos crocodilos não mudou muito, mas o esqueleto ficou mais forte e mais ágil.

Peixe-bruxa

Os peixes-bruxa ou mixinas são o único grupo de peixes que não é considerado vertebrado. O corpo é sustentado por uma estrutura celular chamada notocorda e o crânio é incompleto. Os peixes-bruxa vivem no fundo dos oceanos Atlântico e Pacífico. Os ancestrais desse peixe estão registrados em fósseis de 550 milhões de anos atrás. Os cientistas acreditam que o peixe-bruxa representa uma ligação evolutiva entre os animais vertebrados e invertebrados.

Nautilus

Parente das lulas e dos polvos, o nautilus vive nas águas profundas ao sudoeste do Oceano Pacífico. Ele apresenta uma concha em formato espiral e tem olhos muito desenvolvidos. O nautilus já habitava a Terra no período Paleozoico, há cerca de 500 milhões de anos. Hoje, vivem apenas seis das mais de 2.500 espécies identificadas. Os pesquisadores garantem que as espécies restantes são praticamente idênticas àquelas que conviviam com animais pré-históricos, como os dinossauros.

Límulo

Apesar de ser conhecido como caranguejo-ferradura, o límulo está mais próximo das aranhas e escorpiões do que dos caranguejos. Ele surgiu há cerca de 400 milhões de anos e ainda vive na Terra. O límulo pode ser encontrado no Golfo do México e ao longo da costa do Atlântico Norte. Ele se alimenta de moluscos e outros animais invertebrados e pode medir até 50 centímetros de comprimento. O límulo é o animal vivo mais próximo da trilobite — um artrópode que viveu no período Paleozoico.

Barata

As baratas são insetos que vivem em todo o mundo, principalmente nas regiões tropicais, onde o clima é mais úmido e quente. As baratas domésticas são consideradas perigosas para a saúde dos seres humanos. Elas podem transmitir doenças como hepatite, conjuntivite, pneumonia e infecções. As baratas existem na Terra há cerca de 300 milhões de anos. Elas demonstraram uma grande capacidade de adaptação ao longo do tempo e conseguiram sobreviver até hoje!

Tartaruga

A primeira tartaruga de que se tem registro viveu há 215 milhões de anos, na Polônia. Ela tinha dentes e contava com um sistema auditivo simples. A carapaça não era unida à costela. Durante o período Jurássico (de 195 a 136 milhões de anos atrás), as tartarugas já sem dentes e com carapaças que se uniam às costelas deram origem aos cágados e às tartarugas marinhas. As tartarugas marinhas mais antigas viveram há 110 milhões de anos e eram muito parecidas com as que habitam todos os oceanos atualmente.

Tuatara

Réptil que vive apenas na Nova Zelândia, a tuatara têm características mistas de lagartos, tartarugas e aves. Ela vive nas zonas de floresta e praias e se alimenta de insetos e lagartos. A tuatara é considerada um fóssil vivo: ela teve origem em nosso planeta há cerca de 200 milhões de anos, durante o período Mesozoico. A aparência desse réptil não sofreu muitas mudanças ao longo do tempo. No entanto, a tuatara conseguiu evoluir rapidamente para garantir sua sobrevivência no planeta.

Último acesso: 24 Oct 2021 - 22:14:50 (1100302).