Recreio
Tecnologia / Invenções

Do 'tijolão' ao smartphone: Conheça a evolução do celular

Desde a sua criação, este aparelho tão importante no nosso dia a dia já passou por inúmeras modificações. Conheça!

Lucas Vasconcellos Publicado em 17/09/2021, às 10h00 - Atualizado às 11h03

Imagem ilustrativa de uma pessoa usando o celular - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma pessoa usando o celular - Pixabay

Anos 1970 e 1980

Em 1974, Martin Cooper fez a primeira demonstração de um celular, em Nova York (Estados Unidos): o Motorola DynaTAC. Mas o público só pôde comprar um aparelho desse tipo em 1984. O DynaTAC tinha 33 centímetros de altura, pesava 794 gramas, vinha com teclado numérico, tela pequena e a bateria que durava apenas 1h em uso.

Anos 1990

Os celulares deixam de ser usados apenas para falar, pois surgem os primeiros serviços de dados, como o envio de mensagens de texto. Em 1993 é lançado o primeiro com agenda de endereços e calculadora.

1996

A Motorola lança o StarTAC, primeiro celular de flip. Além de ter mais funções, pesava apenas 100 gramas. Dois anos depois surgiria o Nokia 6160, primeiro celular em barra (tinha o visual mais reto), com direito à antena externa.

2000

Chega o celular com bluetooth – o primeiro foi o T36 Ericsson. Com essa tecnologia, passou a ser possível conectar o aparelho a outros dispositivos usando uma rede sem fio.

2002

Os telefones ganham câmeras fotográficas – o primeiro com a novidade foi o Sanyo SCP-5300 (mas a resolução da imagem era baixa e a câmera fotografava apenas 3 metros de distância).

2004

Com 14 milímetros de espessura, o DynaTAC aparece como o primeiro ultrafino.

2007

A Apple entra para o universo da telefonia com um celular touch (o iPhone), cheio de recursos: era como se o sistema operacional de um computador estivesse dentro do telefone.

2012

A partir desse ano, os celulares ganham mais tecnologia, como o sistema 4G, gravação de vídeos em FullHD e até reprodução de filmes completos.

Consultoria: André Noll Barreto (professor do Departamento de Engenharia Elétrica da UNB).