Recreio
Ciência / Fenômenos

Como o gelo é formado?

Ele pode possuir diversos formatos: neve, geleiras e até os cubinhos de gelo que estão no refrigerador da sua casa. Saiba mais!

Letícia Yazbek Publicado em 22/10/2021, às 10h00 - Atualizado às 14h34

Imagem ilustrativa de cubos de gelo - Pixabay
Imagem ilustrativa de cubos de gelo - Pixabay

Ao atingir a temperatura de 0 grau Celsius, a água em estado líquido passa para o estado sólido. Ou seja, ela vira gelo! É o que acontece quando colocamos água em temperatura ambiente no congelador. Outros exemplos de água em estado sólido são a neve e as geleiras, que se formam naturalmente.

Substâncias diferentes

O que chamamos de gelo é o estado sólido da água. Outros materiais líquidos, ao atingirem determinada temperatura, também se transformam em sólidos, mas não podem ser chamados de gelo. O chumbo líquido, por exemplo, se esquentado a 327,5 graus Celsius, passa para o estado sólido.

Com o alumínio, é preciso de uma temperatura mais alta: 660,3 graus Celsius. Sabia que é possível obter o estado sólido de quase qualquer substância, até de gases? O nitrogênio, principal componente da atmosfera, solidifica a 210 graus Celsius negativos.

Fenômeno do inverno

A neve é feita de pequenos cristais de gelo, que se formam quando a temperatura nas nuvens está entre 20 e 40 graus Celsius negativos. Os cristais de gelo vão aumentando de tamanho e se juntando uns aos outros. Ao atingirem um determinado peso, caem em direção ao solo. Mas eles só chegarão como neve ao solo se o ar estiver muito frio em todo o percurso. Caso contrário, os cristais podem se tornar vapor de água ou derreter e cair como granizo ou chuva.

Estoque de água

Geleiras são enormes massas de gelo que cobrem parte da superfície terrestre. Elas são formadas pelo acúmulo de neve ao longo de muito tempo – algumas só ganharam o tamanho final depois de 30 mil anos. As geleiras existem em lugares de baixas temperaturas, em que o acúmulo de neve é superior ao processo de degelo (derretimento).

A maior terrestre fica na Antártida e ocupa uma área de 14 milhões de quilômetros quadrados, o equivalente a um Brasil e meio! O gelo das geleiras é o maior reservatório de água doce da Terra – elas concentram cerca de 75% do total existente no mundo!

Frio sem fim

Você já deve ter ouvido fala da Era Glacial. Pesquisadores acreditam que a Terra já tenha passado por seis delas: períodos em que a temperatura da Terra cai e permanece assim por milhões de anos, gerando a formação de extensas camadas de gelo sobre a superfície do planeta. A última Era Glacial aconteceu há cerca de 60 milhões de anos, quando os seres humanos ainda não existiam. Só sobreviveram seres com bastante pelo, como os mamutes.

Nova Era do Gelo

Pesquisas recentes mostram que uma leve Era do Gelo – mais breve e menos intensa do que as que já ocorreram – pode ter início por volta de 2030. Esse período deve provocar invernos rigorosos em algumas regiões da Europa e dos Estados Unidos. Mas a próxima Era do Gelo, com duração de milhões de anos, só deve acontecer outra vez daqui a cerca de 50 milhões a 200 milhões de anos.

Consultoria: Cláudio H. Furukawa (físico do Instituto de Física da USP), Evaldo RIbeiro (professor do Departamento de Fìsica da UFPR) e Marcos Sousa (professor do Departamento de Ciências Animais da UFERSA).