Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Branca de Neve

A história descartada sobre o Caçador, de 'Branca de Neve'

Descubra qual é a história sobre o Caçador, de 'Branca de Neve', que poderia mudar totalmente o tom da animação adaptada pela Disney

Redação Publicado em 28/01/2024, às 09h00 - Atualizado em 29/01/2024, às 09h06

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena de "Branca de Neve e os Sete Anões" - Reprodução/ Disney
Cena de "Branca de Neve e os Sete Anões" - Reprodução/ Disney

A primeira animação no formato longa-metragem da Disney foi "Branca de Neve e os Sete Anões", história que adapta o conto de fadas "Branca de Neve", dos Irmãos Grimm, tendo como protagonista a personagem título da obra, uma garota de 14 anos que foge para a floresta e passa a viver com sete anões ao ter sua vida ameaçada por sua madrasta, a Rainha Má.

Isso porque, como mostra o filme de 1937, a detentora da coroa tinha ciúmes da beleza da enteada e, devido a sua vaidade e ambição em ser a mais bonita entre todas as mulheres do reino, ordenou que o Caçador matasse a Branca de Neve e ao perceber que a vida da garota foi poupada, ela mesma sai a procura da garota pela floresta para garantir que a menina deixasse de existir.

Mas, sabia que a trama poderia ter sido diferente? Isso acontece, pois, a identidade e personalidade do Caçador deveriam ser completamente diferentes no enredo original, e essas alterações seriam responsáveis por torná-lo um verdadeiro antagonista.

A história descartada sobre o Caçador, de 'Branca de Neve'

Essa revelação surge no livro "Snow White and the Seven Dwarfs: The Art and Creation of Walt Disney's Classic Animated Film", segundo o portal Screenrant, onde é descrito que o Caçador deveria ser um homem muito mais cruel, visto que ele deveria receber o nome "Humbert" e ser "alguém que realmente apreciava a ideia de matar a Branca de Neve".

Caso a ideia tivesse sido levada adiante, o personagem seria muito menos complexo, já que o Caçador não teria nenhum embate moral entre seguir seu coração e obedecer às regras da rainha, assim como não mostraria a bravura e força de enfrentá-la (e até mesmo enganá-la) para fazer o que é certo.

Outro ponto que poderia sofrer grande alteração, seria a rivalidade entre a rainha e Branca de Neve, já que essa poderia se tornar menos relevante, visto que a história contaria com o desenvolvimento de um segundo vilão, com mais cenas e tempo de tela.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!