Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Pantera Negra

Diretor de Pantera Negra 2 explica o motivo de mudança na origem de Namor

Assim como outros filmes do MCU, Pantera Negra 2 possui algumas mudanças em relação aos quadrinhos e uma delas é sobre a origem de Namor

Redação Publicado em 08/11/2022, às 15h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Namor no trailer de 'Pantera Negra: Wakanda Forever' - Divulgação/Marvel Studios
Namor no trailer de 'Pantera Negra: Wakanda Forever' - Divulgação/Marvel Studios

Um dos filmes mais aguardados do ano chega aos cinemas na próxima quinta-feira, 10. “Pantera Negra: Wakanda Para Sempre” irá voltar para Wakanda e mostrará a Rainha Ramonda (Angela Bassett), Shuri (Letitia Wright), M’Baku (Winston Duke), Okoye (Danai Gurira) e as Doras Milaje tentando proteger seu território das potências mundiais. Tudo isso acontece logo após a morte de T’Challa. Confira o trailer!

Através dos trailers divulgados, os fãs puderam ter certeza da presença de dois personagens da Marvel. Entre eles estão Riri Williams, a Coração de Ferro, que será interpretada por Dominique Thorne, e também de Namor, que está sendo visto por muitos como o vilão da história, tem como intérprete Tenoch Huerta

Mas assim como os demais filmes da MCU, “Pantera Negra: Wakanda Para Sempre” possui algumas diferenças entre o que será visto nas telinhas e os quadrinhos. O diretor e co-roteirista da produção, Ryan Coogler, decidiu mexer um pouco com a origem de Namor. 

Diferentemente das HQ’s, no MCU, o Príncipe Submarino governará a cidade submarina de Talocan, ao invés de Atlântidas. De acordo com o cineasta, essa mudança aconteceu para evitar que uma história repetida chegasse ao público.  

Houveram muitas representações criativas de Atlântida baseadas no conceito de Platão, o conceito greco-romano de uma cidade afundada no mar. Queríamos que nosso filme existisse ao lado dessas representações, mas fosse diferente”, explicou Coogler ao Inverse. 

O diretor lembrou que em diversas culturas ao redor do mundo possui o mito de reinos submersos e ainda ressaltou:

Foi realmente por respeito ao público, não queríamos dar a eles algo parecido a outras coisas que vieram antes. Isso nos encorajou a tentar encontrar uma maneira de fazer [essa história] de um jeito diferente”.

Vale ressaltar que a produção contará com uma homenagem a Chadwick Boseman, que dava vida ao herói. O ator faleceu em 2020, em decorrência ao um câncer de cólon. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!