Recreio
Entretenimento / Profissões

8 trajes superpoderosos da vida real

Não são apenas os heróis que usam roupas especiais e cheias de utilidade. Diversos profissionais da realidade também contam com trajes pra lá de equipados!

Lucas Vasconcellos e Renato Lamanna Publicado em 23/04/2021, às 18h43 - Atualizado às 18h53

Mergulhador no fundo do mar - Pixabay
Mergulhador no fundo do mar - Pixabay

Mergulhador

O que faz: vai até o fundo do mar para estudar os seres que vivem por lá ou por esporte.

Por que precisa do traje: para respirar e não ser atingido por animais venenosos.

O traje: para respirar embaixo d’água, o mergulhador carrega um cilindro contendo oxigênio (uma mangueira acoplada ao objeto leva o gás até a boca). Para controlar a profundidade que será atingida, o colete do traje de mergulho infla e desinfla de acordo com a necessidade. A roupa é feita de borracha, material confortável e que protege contra cortes. O visual fica completo com máscara (para poder abrir olhos) e pés-de-pato (que dão impulso para nadar).

Profissional de câmara fria

O que faz: trabalha em frigoríficos, controlando produtos específicos, como carnes.

Por que precisa do traje: o frio dentro das câmaras varia entre 30 graus Celsius negativos e 60 graus Celsius negativos. Isso pode levar à morte — tanto que, para cada 1h40 trabalhada, esse profissional precisa descansar por 20 minutos para se aquecer.

O traje: é produzido com tecido grosso, como o nylon, e uma manta isolante — a combinação não deixa que o corpo esfrie demais. Para proteger o rosto, o macacão conta com capuz. O restante do uniforme é complementado por botas, luvas e balaclava.

Eletricista

O que faz: instala e faz consertos em redes de energia elétrica (na sua casa ou nas ruas — onde o perigo é bem grande!).

Por que precisa do traje: há risco de levar choque (até de alta tensão) e de queimaduras.

O traje: composto por calça e blusa de mangas compridas, é produzido com material isolante para proteger contra a corrente elétrica e chamas, em caso de incêndio. Além disso, é preciso usar luvas e botas. O teste do uniforme é feito a tensões de 14 mil volts — essa voltagem equivale, mais ou menos, a 1.160 baterias de carro.

Bombeiro

bombeiro
Trajes dos bombeiros / Crédito: Pixabay

O que faz: entre outras coisas, resgata vítimas de incêndio e em situações de risco.

Por que precisa do traje: para não se queimar ou se ferir durante um atendimento.

O traje: a calça e a jaqueta comprida são feitas com uma costura especial – mesmo que haja um rasgo, o traje não se deteriora com facilidade. O tecido evita que as chamas de um incêndio toquem a pele. Além disso, se vai chegar perto do fogo, o bombeiro veste balaclava, capacete (previne contra impactos e evita queimaduras), botas e luvas — tudo feito de material resistente a perfurações e às chamas.

Piloto de Fórmula 1

O que faz: profissional na pilotagem de carros de alta velocidade (o recorde é de 368 quilômetros por hora!).

Por que precisa do traje: a roupa ajuda a proteger contra acidentes e incêndios.

O traje: o macacão e os acessórios (luvas, sapatilhas e balaclava) são confeccionados com um tecido à prova de fogo. Para facilitar os movimentos do piloto, a roupa é leve e chega a ter menos de 1 quilo. Além disso, perto da boca fica um cano, conectado a uma bomba de água dentro do carro: basta apertar um botão no volante para que a água chegue até a boca, matando a sede durante a corrida. O capacete é feito de carbono e protege cabeça e pescoço em acidentes.

Soldador

O que faz: corta e cola ligas metálicas usadas em construções de prédios e máquinas, por exemplo.

Por que precisa do traje: para se proteger do barulho que surge durante a execução do trabalho, do excesso de calor e da possibilidade de contaminação por gases químicos.

O traje: é feito de materiais isolantes, que previnem contra queimaduras. O visual é composto por macacão ou calça e blusa de mangas compridas, luvas, balaclava, avental, botas, perneira (proteção para as canelas), óculos (para evitar que os olhos sejam atingidos por faíscas), protetor auricular (abafa os ruídos nos ouvidos) e máscara facial.

Apicultor

apicultor
Apicultores em seu local de trabalho / Crédito: Pixabay

O que faz: para que o mel chegue até a mesa de sua casa, alguém precisa recolhê-lo das colmeias das abelhas — essa é a tarefa do apicultor.

Por que precisa do traje: para evitar picadas de abelha, que, em excesso, podem levar à morte — em uma colmeia vivem cerca de 80 mil delas.

O traje: é feito de tecido grosso e claro (tipo nylon ou poliéster), que leva as abelhas a perceberem menos a presença humana. Completam o uniforme um capacete com visor de tela ou acrílico (para proteger os olhos), botas e luvas. A vestimenta tem que ser folgada para que o profissional tenha mais flexibilidade na hora de realizar as tarefas.

Astronauta

O que faz: viaja para o espaço para explorar e fazer descobertas pelo Universo.

Por que precisa do traje: para respirar fora das naves e estações espaciais, suportar a diferença de ambiente, entre outras coisas.

O traje: além de ser à prova de fogo, protege das variações de temperatura. O capacete também é poderoso: possui lanterna, câmera para filmar e canos que se ligam a tanques de ar e a um reservatório de água (os dois ficam em uma mochila, nas costas). O visor protege contra a luz, como a solar. Por baixo do capacete ainda há uma touca com microfone e fone de ouvido para a comunicação com a equipe. Ainda não acabou: por baixo de tudo, os astronautas vestem um macacão que absorve o suor.