Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio

Árvore da Alma e mais: Para que servem todos os locais sagrados dos Na'vi em 'Avatar'?

Descubra os detalhes por trás da rica cultura Na'vi apresentada em 'Avatar', filme lançado em 2009

Izabela Queiroz Publicado em 06/01/2023, às 14h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena de "Avatar" (2009) - Divulgação/ 20th Century Fox
Cena de "Avatar" (2009) - Divulgação/ 20th Century Fox

Lançado em 2009, ‘Avatar’, se tornou o maior longa-metragem de todos os tempos ao arrecadar o mais alto valor em bilheteria da história do cinema e grande parte do sucesso e aprovação da trama, se deve ao uso de efeitos visuais revolucionários e tecnologia 3D que transformaram a experiência de produzir e consumir filmes nas grandes telas.

Além disso, mais um dos grandes destaques fica por conta do universo criado por James Cameron e própria civilização da lua Pandora, onde a cultura dos Na’vi é abordada. Isso porque, grande parte dos valores e costumes apresentados dentro da sociedade Na’vi giram em torno de suas conexões com a natureza e a deusa conhecida como Eywa, além da forte ligação que possuem com os locais sagrados apresentados. Mas, você já parou para pensar para que servem todos esses lugares? 

Pensando em responder a pergunta, listamos abaixo todos os locais sagrados dos Na'vi apresentados em ‘Avatar’. Confira!

Àrvore inicial

Apresentada como a casa da tribo Omaticaya desde o início da formação de sua civilização, a Árvore Inicial ou "Kelutral", é uma árvore milenar que se eleva a centenas de metros acima da floresta de Pandora. 

Cada clã possui a sua Kelutral, mas sabe-se que a dos Omaticaya é localizada acima de uma quantidade exorbitante de Unobtanium, elemento que é alvo da RDA (Resources Development Administration) e motiva a ida dos humanos para Pandora.

Árvore das Almas

Também conhecida como Ayvitrayä Ramunong, a Árvore das Almas é o local que permite que os Na’vi acessem a rede interna que compreende o dossel biológico da lua Pandora. 

Além disso, a Árvore das Almas são usadas em rituais, sendo um deles mostrados na trama, visto que ela é capaz de transferir almas para diferentes corpos, como aconteceu com Jake Sully, que desiste da sua forma humana e faz o processo de transição ritualística de sua alma para o seu avatar.

Árvore das Vozes

Descrito por Neytiril como “um lugar para as orações serem ouvidas e, às vezes, respondidas", a Árvore das Vozes permite que os habitantes de Pandora se conectem com seus ancestrais e ouçam as suas vozes.

Vale lembrar também que, a Árvore das Vozes — chamada de Utral Aymokriyä na língua Na’vi — funciona de forma parecida com a Árvore das Almas, visto que é capaz de revelar informações sobre o conceito de vida após a morte dos Na'vi.

Montanhas Flutuantes

Rendendo uma das cenas mais surpreendentes de ‘Avatar’ (2009), as Montanhas Flutuantes ou Ayram alusìng pairam milhares de pés sobre a superfície de Pandora e são conhecidas como o local de um dos rituais mais importantes para os Omaticaya: a iniciação dos caçadores.

Para se tornar um caçador, os jovens Na’vi devem subir as montanhas para lutarem contra um Banshee da Montanha. Esses seres voadores que também são chamados de Ikran, devem ser dominados para que os Na’vi possam usá-los como companheiros de caça no ar até a morte.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!