Recreio
Planetário / Espaço

O que é preciso para se tornar um astrônomo?

Se você deseja saber o que faz um astrônomo, o que estudar e quais caminhos seguir, basta continuar lendo!

Letícia Yazbek Publicado em 16/03/2022, às 18h16

Imagem ilustrativa - Getty Images
Imagem ilustrativa - Getty Images

Ligado no espaço

Astrônomo é o profissional que estuda os astros, a origem e a estrutura do Universo. Ele desenvolve e testa teorias — para isso, observa fenômenos para comprovar ou contestar ideias.

Alguns também investigam a evolução do Universo e analisam as características físicas e a composição dos astros. Outros se dedicam ao registro de imagens de estrelas, planetas, cometas, asteroides ou galáxias — tudo para estudar esses corpos no espaço.

O que estudar?

O curso de graduação em Astronomia tem duração média de cinco anos. Estuda-se muito as áreas da física e da matemática, além de astrofísica, cosmologia, planetas e sistemas planetários, entre outras.

Ainda é possível se dedicar à Astronomia fazendo a graduação em Física e, depois, uma pós-graduação na área.

Muitas contas!

Quem quer ser astrônomo precisa gostar de ciências exatas, principalmente de física e matemática. Ser curioso, ter raciocínio lógico e vontade de estar sempre atualizado também são características necessárias para se tornar um bom profissional. Além disso, é preciso dominar português e inglês, e saber lidar com informática.

Outras opções

Muitos astrônomos trabalham com divulgação científica, ajudando a criar o interesse da população pela astronomia. São contratados por museus, observatórios, planetários e centros de cultura para administrar o espaço, dar palestras e montar exposições. Também é possível atuar como colaborador em livros ou revistas científicas

Hora de pesquisar

Depois de fazer uma pós-graduação, boa parte dos astrônomos se dedica a pesquisas nas universidades, por exemplo. Na pesquisa acadêmica, o trabalho costuma acontecer ao lado de físicos. O astrônomo também pode dar aulas de física e matemática no Ensino Médio ou de astronomia no Ensino Superior.

Caminhos a seguir

Concluído o curso, o aluno pode fazer uma pós-graduação e se especializar na área que tiver mais
interesse, como astrometria (que lidacom a posição dos corpos celestes), cosmologia (estuda a evolução do Universo) ou astrofísica (sobre as propriedades físicas dos corpos celestes).

No Brasil, há curso de graduação em Astronomia nas seguintes instituições: Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).