Recreio
Entretenimento / Séries

Stranger Things: Teorias sobre Jim Hopper podem sugerir viagem no tempo na 4ª temporada

O personagem foi dado como morto no incêndio que destruiu o shopping no final da terceira temporada

Izabela Queiroz Publicado em 10/05/2022, às 18h26

Jim Hopper, personagem de Stranger Things - Divulgação/ Netflix
Jim Hopper, personagem de Stranger Things - Divulgação/ Netflix

No teaser da quarta temporada de "Stranger Things", os fãs dos mistérios ocorridos no mundo invertido tiveram a confirmação de que Jim Hopper, o chefe da polícia da cidade fictícia de Hawkins, está vivo e se tornou um habitante da Rússia, onde está sendo tratado como um possível prisioneiro.

Com a prévia, diversas teorias começaram a surgir ao analizarem as imagens, que comparadas com fatos históricos russos, podem sugerir o motivo pelo qual Hopper foi levado ao país soviético, ou ainda, significar que a série pode seguir um novo caminho: A viagem no tempo.

Sendo assim, para que você entenda todos os rumores relacionados ao futuro do personagem e da série, listamos abaixo cinco tópicos e suas explicações. Confira!

Campo de concentração

Jim Hopper
Jim Hopper em cena do trailer de Stranger Things. Crédito/Divulgação/ Netflix

Nas cenas divulgadas pela Netflix, Hopper aparece de cabeça raspada, sendo tratado como um detento comum do que parece ser um Gulag, ou seja, um campo de trabalho forçado da União Soviética, visto que as torres de vigia foram ocupadas por guardas com metralhadoras, que também são conhecidos como Vertuhai, servidores que deveriam garantir que os prisioneiros mantessem a ordem, sendo responsáveis inclusive por impedir possíveis fugas.

A teoria ganha ainda mais força quando a câmera se aproxima de um guarda que veste um enorme casaco de pele com tiras de couro, vestimenta usada por guardas em campos Gulag.

Prisão improvável?

Os Gulag existiram aproximadamente entre as décadas de 1930 e 1960, e aprisionavam condenados pela corte soviética, fato que dificulta a presença de Hopper naquele lugar, visto que a terceira temporada termina no verão de 1985.

Sendo assim, caso Hopper tenha sido capturado nos EUA, para que ele acabasse em um campo de concentração na década de 80, ele deve ter cometido algum crime anos antes na União Soviética.

E se for uma viagem no tempo?

Ainda que Hopper tivesse cometido alguma infração na antiga União Soviética entre as décadas de 30 e 60, outro acontecimento do teaser pode dizer o contrário.

Na cena, detentos parecem ser usados ​para realizar trabalho forçado na construção do que poderia ser a BAM (Baikal-Amur), uma grande ferrovia que se tornou o projeto de infraestrutura mais ambicioso e mais caro já concluído pela União Soviética.

No entanto, apesar do trabalho forçado de prisioneiros ter sido realmente utilizado, essa função só foi realizada por eles até o fim da década de 60 já que, após a morte do líder soviético Joseph Stalin, o sistema de Gulag foi acabado.

Sendo assim, levando em consideração o tempo que se passa "Stranger Things" (década de 80), é provável que haja uma viagem no tempo na 4ª temporada, possivelmente realizada por um buraco de minhoca que transportou Hopper para 33 anos antes do presente.

A trilha sonora pode confirmar

Ainda na cena da construção da ferrovia é possível escutar a música “O Exército Vermelho é o Mais Forte” (popularmente conhecida como “Exército Branco, Barão Negro”). Escrita em 1920, a canção era usada para reforçar o patriotismo popular na época da Guerra Civil Russa, que vivia sob ataques do recém-formado Exército Vermelho contra os grupos pró-monarquia (Exército Branco), entre 1917 e 1922.

Assim, novamente, pelos períodos dos possíveis easter eggs contidos no trailer, é provável que Hopper tenha viajado no tempo e seja um prisioneiro na Rússia. Relembre o trailer!