Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Mulher-Hulk

Mulher-Hulk: O que disse a diretora sobre as críticas ao CGI?

Os efeitos especiais de Mulher-Hulk foram umas das principais críticas feitas pelos fãs. Confira o que disse a diretora!

Redação Publicado em 13/07/2022, às 15h10 - Atualizado em 02/08/2022, às 16h20

Cena do trailer de “Mulher-Hulk: Defensora de Heróis” - Divulgação/Disney+
Cena do trailer de “Mulher-Hulk: Defensora de Heróis” - Divulgação/Disney+

A nova série da Marvel para o Disney+ intitulada “Mulher-Hulk: Defensora de Heróis”, recebeu seu primeiro trailer em 17 de maio e, desde então, ganhou diversas críticas negativas quanto ao uso do CGI, ou seja, as imagens criadas por computador. No entanto, Kat Coiro, a diretora da produção, afirma que as reclamações foram realizadas por um motivo diferente.

No bate papo realizado pela SFX Magazine, Coiro defendeu que o comportamento dos fãs com relação a prévia se deu, pois, Jennifer Banner, é uma personagem nunca vista nas telonas anteriormente:

Acho que muitas das reações têm a ver com o fato de ela ser tão diferente de tudo que já vimos. Quando você pensa em Thanos ou Hulk, eles têm uma aspereza, uma aspereza e um volume que é tão diferente. E quando você vê um pouco dela, é quase chocante porque nunca vimos isso antes", explicou.

Vale lembrar que o recurso é utilizado para fazer com que Tatiana Maslany (Orphan Black), a interprete da prima de Bruce Banner, o Hulk, se transforme na gigante heroína esmeralda e assuma a identidade da Mulher Hulk. Observe o efeito do trailer!

Além de Maslany, a produção contará com Mark Ruffalo de volta ao papel do gigante verde, Tim Roth (O Incrível Hulk), como o vilão Abominável e Jameela Jamil (The Good Place) como a antagonista Titânia.

Com previsão de estreia para 17 de agosto, “Mulher-Hulk: Defensora de Heróis” contará com 10 episódios que devem abordar como Jennifer Walters, uma advogada especializada em casos legais em torno de super-humanos adquire os poderes do Hulk.