Recreio
Zoo / Animais

O que são aves de rapina?

As aves de rapina ou rapinantes são adaptadas à caça e captura de presas. Saiba mais sobre elas

Letícia Yazbek Publicado em 31/01/2020, às 11h00 - Atualizado em 09/03/2020, às 17h41

Getty Images
Getty Images

Há cerca de 550 espécies de aves de rapina em todo o mundo, e cerca de 100 delas vivem no Brasil. Essas aves têm aparência e hábitos bem diferentes entre si!

A maioria das espécies é carnívora e utiliza duas estratégias de caça: a ave pode ficar à espreita em um ponto alto, como uma árvore ou montanha, até avistar a presa e capturá-la, ou caçar durante o voo, perseguindo a vítima. O bico afiado e curvo, as garras fortes, a visão aguçada e a velocidade ajudam na hora da caça. Por isso, quase sempre pegam a presa na primeira tentativa.

Uma das aves de rapina mais conhecidas, as águias pesam até 10 quilos e têm cerca de 1 metro de comprimento e 2,5 metros de envergadura (distância entre as pontas das asas abertas). Carnívoras, se alimentam de coelhos, esquilos, ratos e cobras. Algumas espécies também comem peixes e ovos de outras aves. Vivem em todo o mundo, principalmente na Ásia e África. Algumas das mais conhecidas são a águia-real e a águia-de-cabeça-branca.

Os gaviões são parecidos com as águias – em geral, são menores e têm as asas mais curtas, mas há espécies de diversos tamanhos. O gavião-carijó vive por todo o Brasil, além de México e Argentina, mede de 31 a 41 centímetros e pesa cerca de 300 gramas. Já o gavião-real, que também vive no Brasil, é considerado a ave de rapina mais forte do mundo – pesa até 9 quilos e tem envergadura de 2 metros. É capaz de capturar cachorros-do-mato e preguiças. Há espécies de gaviões em todos os continentes, exceto na Antártida.

Membro da família Falconidae, os falcões estão entre as menores aves de rapina. São cerca de 60 espécies, que medem de 15 a 60 centímetros e pesam até 1,7 quilo. As asas são mais finas e pontiagudas do que as das outras aves de rapina. O poder do falcão é a velocidade: esse animal é o rapinante mais veloz! O falcão-peregrino, que vivem em todo o mundo, é considerado o animal mais rápido de todos – ele atinge uma velocidade de até 320 quilômetros por hora. Aí, ele persegue outras aves em pleno voo e as captura com facilidade.

As corujas são aves de rapina noturnas. São mais de 200 espécies, espalhadas por todos os continentes. O bufo-real, que vive na Europa, Ásia e África, é considerado a maior delas - chega a medir 86 centímetros e pesa até 5,5 quilos. Além de enxergarem no escuro, as corujas são as aves com a audição mais aguçada. Na hora da caça, ficam empoleiradas nas árvores, esperando a aproximação da presa. Aí, atacam rapidamente, sem fazer barulho. Os roedores são o prato favorito, mas também se alimentam de insetos, aves e peixes.

Aves de rapina que se alimentam principalmente de animais mortos, os urubus fazem parte da família Cathartidae. São sete espécies, sendo que cinco delas vivem no Brasil. Elas têm cerca de 1,5 metro de envergadura e pesam aproximadamente 1,6 quilo. Em geral, as penas são pretas ou cinza-escuras. A cabeça e o pescoço não têm penas, o que facilita a higiene depois da alimentação. Algumas das espécies mais conhecidas são o urubu-rei, o urubu-de-cabeça-preta e o urubu-de-cabeça-vermelha.