Recreio
Zoo / Animais

Da armadeira a caçadora-gigante: 7 diferentes espécies de aranhas

O mundo está cheio de aranhas bem diferentes das que você vê quando vai para um sítio! Conheça, agora, as mais esquisitas

Bruna Cardoso Publicado em 15/10/2021, às 14h13 - Atualizado às 14h15

Aranha em seu habitat natural - Pixabay
Aranha em seu habitat natural - Pixabay

Muito perigosa!

A aranha-armadeira é uma das mais venenosas e fatais do planeta. Ela alcança 5 centímetros de comprimento e carrega doses de veneno que podem matar até um rato. Comum em muitos países do mundo, é a segunda aranha a causar mais acidentes no Brasil (fica atrás apenas da aranha-marrom). Agressiva, gosta de entrar em habitações humanas, escondendo-se em roupas e sapatos, e ataca mesmo sem ser incomodada.

Fofa?

Diretamente da Austrália, e medindo cerca de 4 milímetros, a aranha-pavão é repleta de cores. O macho faz uma apresentação chamativa para atrair a fêmea na época da reprodução. Ele abre as duas abas que existem no corpo para que a fêmea analise as cores e a vibração do movimento. Se não der certo, o macho ainda faz uma dança (parecida com o andar de um siri). Se a nova tática continuar sem efeito, ele tem que fugir rápido — a fêmea pode atacar!

Enorme!

A aranha-caçadora-gigante é a espécie com as maiores patas, que podem chegar a até 30 centímetros — mesmo comprimento do corpo do animal. Ela habita apenas cavernas do Laos, país da Ásia, e não curte picar seres humanos — alimenta-se, principalmente, de rãs e grilos. A espécie foi descoberta em 2001 pelo biólogo Peter Jaegar, da Universidade de Mainz (Alemanha).

Espinhos ou chifres?

Apesar da aparência diferente, a aranha-espinhosa só atinge 7 milímetros de comprimento. Ela não oferece riscos aos humanos e vive no mundo todo. O que você vê no corpo são projeções abdominais muito fortes, parecidas com chifres, que muitas vezes são confundidas com espinhos. Trata-se de um mecanismo de defesa contra os predadores, principalmente os pássaros.

Poderosas!

Com pernas da frente maiores do que as de trás, a aranha-caranguejo (ou aranha-das-casas) vive em quase todo o mundo. As pernas da frente têm garras muito fortes, usadas para capturar insetos. Com até 2,5 centímetros de comprimento, essa aranha tem camuflagem muito eficiente: ao se encolher, fica parecendo um pequeno pedregulho (ou um caranguejo).

Esconderijo especial

A aranha-flor atinge cerca de 4 centímetros de comprimento e vive no Brasil, Uruguai e Argentina. A alimentação se baseia nos insetos que visitam flores: moscas que comem néctar, borboletas e até vespas. Por isso, muda de cor conforme a flor onde está, em um tipo de camuflagem. Assim, atrai presas e fica escondida de predadores, como os pássaros.

Mantenha distância

Encontrada apenas na Austrália, a aranha-da-costavermelha prefere ficar perto das habitações humanas. A espécie tem até 2,5 centímetros de comprimento e a fêmea é facilmente reconhecida pela listra vermelha nas costas (que o macho não possui). Ela é agressiva: a picada causa tontura, fortes dores de cabeça, tremores e vômito.