Recreio
Zoo / Animais

Por que os papagaios conseguem falar igual os humanos?

Entenda como funciona o mecanismo que permite que esses maravilhosos animais consigam reproduzir a nossa fala

Letícia Yazbek Publicado em 18/12/2020, às 09h00 - Atualizado às 17h17

Imagem ilustrativa de um papagaio - Pixabay
Imagem ilustrativa de um papagaio - Pixabay

Os papagaios estão entre os poucos animais que conseguem imitar, de forma espontânea, seres de outras espécies. Isso acontece devido a uma região específica do cérebro, também envolvida no controle do movimento.

Pássaros que conseguem cantar, incluindo os papagaios, possuem em seus cérebros centros capazes de apoiar a vocalização. Mas os pesquisadores descobriram que, além disso, nos papagaios há uma área ao redor desse centro, chamada de concha. O aprendizado vocal exclusivo dos papagaios, como a imitação, acontece na região da concha.

Os pesquisadores acreditam que a concha surgiu ao longo de milhões de anos de evolução. O centro envolvido no canto teria sido duplicado, e esse segundo centro - a concha - acabou desenvolvendo a função da imitação. No entanto, não se sabe ao certo como acontece o mecanismo que permite a imitação.

Essa região do cérebro consegue controlar um órgão chamado siringe, equivalente às cordas vocais humanas. Aí, os papagaios são capazes de emitir sons articulados, reproduzindo palavras que ouvem. As estruturas do bico e da língua fazem o som reverberar e sair mais potente.

Os papagaios são muito inteligentes e conseguem decodificar e memorizar novos sons. Na natureza, eles usam o canto para se comunicar. Já quando estão em contato com o ser humano, compensam a falta de comunicação reproduzindo palavras repetidas pelas pessoas. Os papagaios não formam frases para se comunicar, mas eles repetem o que aprenderam para conseguir comida ou carinho, por exemplo.

Consultoria: Guilherme A. Domenichelli (biólogo e autor dos livros Girafa Tem Torcicolo? E O resgate da Tartaruga (Panda Books)).