Recreio
Zoo / Animais

Como se formam os pintinhos?

Já parou para pensar em como esses animais se formam dentro dos ovos de galinha? Entenda!

Lucas Vasconcellos Publicado em 31/07/2020, às 10h00 - Atualizado às 16h31

Imagem ilustrativa de um pintinho fora do ovo - Pixabay
Imagem ilustrativa de um pintinho fora do ovo - Pixabay

Quando chega o período da reprodução, a galinha escolhe um galo para procriar. Os dois namoram e ela recebe os espermatozoides, células reprodutoras do macho, que fecundam o óvulo, célula reprodutora da fêmea.

Depois de ser fecundado pelo espermatozoide, o óvulo (que se formou no ovário – parte do aparelho reprodutor da galinha -, cheio de vitelo, ou gema) começa a descer pelo oviduto (canal de passagem), onde recebe camadas de proteínas, como a albumina, que formam a clara. Em seguida, surge uma membrana mais rígida e o cálcio também entra em ação, criando a casca.

Terminado esse processo, a galinha bota os ovos: a da variedade caipira coloca entre 12 e 18, mas isso pode variar dependendo da idade e de outros fatores no organismo do bicho. Um ovo é posto a cada 24 horas!

O próximo passo é bem importante: a choca, período de aquecimento dos ovos, que dura 21 dias. Nesse tempo, o filhote permanece dentro do ovo e o calor produzido pelo corpo da galinha leva ao desenvolvimento dos futuros pintinhos.

Dentro do ovo, o pintinho vai se formando. Lá, existem vasos que ligam o embrião à gema e à clara (ricas em gordura e proteínas), substâncias das quais ele se alimenta. O pintinho respira pelos poros que existem nesse revestimento. O crescimento do filhote é rápido: no quarto dia, o coração já bate; no sexto, o bico começa a ser formado; no oitavo, surgem penas; no nono, ele já tem a aparência de um pintinho.

Quando a choca termina, o pintinho quebra a casca com o bico. Ele já nasce querendo interagir com a mãe e com os irmãos – e começa a comer ração. Se não houver interferência, os filhotes e a mãe ficam juntos por cerca de três meses.

Nem todo ovo gera um pintinho! A ausência do filhote pode acontecer por dois motivos: o óvulo que formou o ovo não foi fecundado pelo macho (é o mais provável) ou o embrião morreu dentro do ovo (por um trauma ou por problemas com a temperatura durante a choca).