Recreio
Viva a História / Personagem

Quem foi Lady Di, a Princesa do Povo?

Conheça a história de Diana, a eterna Princesa do Povo

Daniela Bazi Publicado em 23/01/2022, às 13h00

Princesa Diana em evento oficial - Getty Images
Princesa Diana em evento oficial - Getty Images

Um dos lançamentos mais aguardados do início de 2022 é “Spencer”, filme estrelado pela atriz Kristen Stewart que narra o último natal da princesa Diana com o príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, antes do conturbado divórcio do casal.

A produção está prevista para chegar aos cinemas brasileiros em 27 de janeiro, e vem sendo esperada por milhares de pessoas ao redor do mundo. Mas, afinal, você sabe quem realmente foi a princesa Diana? A gente te conta!

Infância

Diana Frances Spencer nasceu no dia 1º de julho de 1961, em Sandringham, no Reino Unido, fruto do relacionamento entre o 8º Conde Spencer, Edward John Spencer e Frances Shand Kydd. Além dela, o casal também possuía outros quatro filhos: John, Charles, Cynthia e Sarah.

Apesar de ser descendente da dinastia Stuart e sua família fazer parte da aristocracia britânica, Diana não teve uma infância tranquila devido aos problemas no casamento de seus pais, que acabaram se divorciando após brigas constantes.

Quando pequena, foi educada em casa até os nove anos. Após isso, foi enviada para o internato apenas para garotas Riddlesworth Hall, onde descobriu ser apaixonada por artes e balé. Aos 16, sua família a transferiu para a escola West Heath Girl’s após as suas notas despencarem e, na década de 70, foi enviada para a Suíça onde terminou os seus estudos no instituto Alpin Videmanette.

O encontro com o príncipe

Ao voltar para a Inglaterra, Lady Di tinha uma única coisa em mente: buscar a sua independência. Mudou-se para Londres, e passou a viver com suas amigas em um apartamento que ganhou dos Spencers. Foi nessa época que a futura princesa trabalhou como faxineira, professora de balé e professora da infantil.

Por volta de 1977, quando ainda era adolescente, conheceu o príncipe Charles, que namorava sua irmã Sarah na época. Os dois só se aproximaram de verdade em 1980, e logo começaram a namorar. Com o conhecimento da imprensa do possível relacionamento, Diana era sempre era vista com dezenas de fotógrafos ao seu redor.

Diana, a Princesa de Gales e do povo

Em 24 de fevereiro de 1981, o casal anunciou oficialmente que estavam noivos. O casamento aconteceu em julho do mesmo ano, na St. Paul’s Cathedral, em Londres, com 2.600 convidados, e transmitido para mais de 1 bilhão de pessoas mundialmente. Com o matrimônio, Diana se tonava oficialmente a Princesa de Gales, futura rainha do Reino Unido.

Durante todos os seus anos de serviço para a coroa britânica, Lady Di ficou conhecida por se conectar com os súditos e apoiar causas que eram tabu na época, como a AIDS. Por esse motivo, acabou ficando conhecida também como a “Princesa do Povo”.

A relação com Charles gerou para o casal dois filhos: William, que nasceu em 1982, e Harry, que veio ao mundo dois anos depois, em 1984. No entanto, assim como seus pais, seu matrimônio também passou por diversos problemas. Após descobrir um relacionamento extraconjugal, a dupla anunciou a separação em 1992, e se divorciou oficialmente em 1996.

Últimos momentos

Mesmo deixando a realeza, Diana não parou de trabalhar em suas causas, e seguiu servindo o povo britânico, mantendo o seu título de Princesa do Povo. Além disso, passou a dividir a guarda dos filhos com o ex-marido, e sempre tinha a oportunidade de passar um bom tempo com os garotos.

Em sua vida pessoal, acabou se envolvendo com outras pessoas, até começar a namorar o empresário egípcio, Dodi Fayed. Em 1997, o mais novo casal viajou para Paris, na França, onde passaram os seus últimos dias.

No dia 30 de agosto, Diana e Dodi sofreram um acidente de carro fatal nas ruas da capital francesa após serem seguidos por paparazzis. Além deles, o motorista Henri Paul também faleceu na tragédia. O segurança Trevor Rees-Jones foi o único sobrevivente.