Recreio

Como a mitologia grega foi criada?

Depois de séculos, a mitologia continua chamando atenção

Bruna Cardoso Publicado em 29/01/2021, às 14h46 - Atualizado às 15h23

Poseidon, o Deus dos mares - Pixabay
Poseidon, o Deus dos mares - Pixabay

A mitologia grega surgiu por volta de 700 antes de Cristo – a palavra mito tem origem grega e quer dizer narrar ou contar. Na época, os gregos eram politeístas (acreditavam em vários deuses) e antropomórficos (os deuses se assemelhavam aos homens). Assim, a mitologia grega é a narração de histórias que tentam explicar a origem dos fenômenos naturais e do mundo – com direito a divindades, semideuses, heróis e criaturas fantásticas!

Não existe um livro sagrado (como a Bíblia para os cristãos) sobre a mitologia grega. Os principais relatos são de escritores como Hesíodo, autor de Teogonia (sobre os titãs), e Homero, dos livros Odisseia e Ilíada (descrevem acontecimentos envolvendo heróis e deuses gregos).

Antes dos deuses

Mas essa história não começa com os deuses, e sim com os titãs, que viveram no início dos tempos. Para a mitologia grega, eles não eram humanos completos e tinham a capacidade de se transformar em animais. Apenas 12 titãs existiram. Eles nasceram da união entre Urano (Céu) e Gaia (Terra), e ajudaram na formação do mundo – apesar de gostarem de destruição! O poder deles acabou depois de uma derrota para Zeus, o Senhor do Olimpo.

Os 12 titãs eram Oceano, dos mares; Céos, da inteligência; Crio, do frio e inverno; Hiperião, do fogo; Jápeto, do oeste; Cronos, do tempo; Febe, da lua; Mnemosine, da memória; Reia, rainha e esposa de Cronos; Têmis, das leis e costumes; Tétis, do mar; e Teia, da luz.

Divindades perfeitas

Os deuses gregos eram representados com corpos perfeitos, tinham poderes e eram imortais! Eles estavam ligados a fenômenos da natureza, emoções ou outras características, e possuíam parentesco. Por exemplo: Zeus (deus dos trovões) era filho de Cronos (senhor do tempo) e teve um relacionamento com Leto (deusa menor), gerando Apolo e Ártemis, deuses gêmeos bem importantes para o Olimpo.

O Monte Olimpo (a mais alta montanha da Grécia) era a morada oficial dos deuses maiores e menores — eles conviviam com ninfas e outras criaturas. De vez em quando, um deus descia e gerava filhos com mortais, dando origem aos semideuses (meio deus, meio humano). O mais famoso entre eles é Hércules, filho de Zeus com a mortal Alcmena.



Consultoria: Luiz F. de Freitas Tavares (bacharel e licenciado em História pela UERJ).