Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Viva a História / Curiosidades

Quando o ser humano começou a contar as horas?

O tempo passa sem parar! Mas você sabe quando o homem começou a contar as horas? Esse hábito existe há milhares de anos. Entenda melhor!

Redação Publicado em 28/05/2022, às 12h00

Imagem ilustrativa de diferentes tipos de relógios - Pixabay
Imagem ilustrativa de diferentes tipos de relógios - Pixabay

Pelo céu

Foi há cerca de cinco mil anos, na Babilônia, Mesopotâmia (região do atual Iraque), que surgiu a divisão do dia em horas. Os babilônicos repararam que, quando o Sol atingia o máximo de altura no céu, ele não projetava sombras — e chamaram esse momento de meio-dia. Em seguida, dividiram o resto da trajetória da sombra em 12 partes. Foi assim que nasceu o primeiro relógio usado pelo homem: o relógio de sol. O problema é que ele não funcionava à noite nem em dias nublados ou chuvosos.

Feita de areia

Não se sabe ao certo quem descobriu a ampulheta, mas a invenção é atribuída ao monge francês Luitprand, que viveu no século 8. As primeiras referências ao objeto apareceram apenas no século 14. Esse tipo de relógio foi muito usado por navegantes e, dependendo da quantidade de areia, podia medir o tempo a cada meia hora ou a cada 12 horas.

Tic tac

O relógio mecânico apareceu em 1386, mas não se sabe ao certo quem o inventou. O primeiro era grande e não tinha o ponteiro de minutos. Ele foi instalado na Catedral de Salisbury (Inglaterra).

Mais ponteiros

O holandês Christiaan Huygens foi o primeiro a fabricar um relógio com ponteiros de minutos. A partir daí, vieram os de bolso, de pulso, os digitais... E nunca paramos de prestar atenção nas horas! Hoje em dia, sempre estamos dando uma olhadinha nos milhares de relógios espalhados por aí graças ao dia a dia corrido de milhares de pessoas ao redor do mundo.

Você sabia?

Na Grécia antiga, uma forma de contar o tempo era considerar o período antes e depois da guerra de Troia. Já os romanos antigos usavam a fundação de Roma e os egípcios seguiam a agricultura: tempo de colheita e época de escassez, como o inverno.