Viva a História | Viva a História

O que faziam os alquimistas?

Tataravôs dos cientistas, eles foram extremamente importantes para a História

sábado 9 novembro, 2019
Foto:Getty Images

Você já ouviu falar em alquimistas? Eles eram estudiosos, como os cientistas de hoje em dia, que tinham interesse pela manipulação de materiais químicos e orgânicos. Buscavam descobrir novos tratamentos médicos e também a pedra filosofal — objeto ou substância capaz de transformar metais em outro e de criar a fonte da vida eterna. 

Milenar

Notícias Relacionadas

Embora não se saiba ao certo onde surgiu a prática da alquimia, acredita-se que ela teve origem no Egito antigo (entre 3.200 antes de Cristo e 30 antes de Cristo), na cidade de Alexandria. Porém, quando os egípcios foram dominados pelos romanos, essa prática começou a ser condenada.

A alquimia começou a perder força por volta do ano 313 antes de Cristo, quando o cristianismo ganhou apoio do imperador romano Constantino. Perseguidos, os alquimistas fugiram para a Pérsia, atual território do Irã.

Alquimia pelo mundo

No século 11, os europeus iniciaram as Cruzadas — movimento que queria instaurar a religião Cristã em outras terras, como a Pérsia. Mas, o pensamento religioso cristão conflitava com as ideias dos alquimistas. Repreendidos, esses estudiosos começaram a utilizar símbolos para guardar os experimentos já desenvolvidos.

Novo rumo

Ainda que a alquimia fosse exercida, a partir da segunda metade do século 16 muita coisa mudou e a ciência ganhou força. Daí, os pensamentos da época fizeram com que os estudiosos da alquimia fossem vistos como malucos, devido às crenças e os segredos que guardavam. A alquimia, então, deu lugar à ciência química.

E aí?

O estudo da alquimia envolvia noções de química, física, astrologia, arte, metalúrgica e medicina. E, embora a gente ainda não tenha uma substância que transforme metal em ouro ou a fonte da vida eterna, os alquimistas foram muito importantes, pois criaram procedimentos usados até hoje, como a destilação, banho-maria, sublimação e trituração.

Alquimistas de destaque!

Por volta de 1500, a medicina utilizava, em geral, apenas ervas e plantas para tratamentos. Mas, o suíço Paracelso veio revolucionar essa história: ele descobriu que elementos como o zinco, ferro e manganês podiam fazer bem para o corpo.

Nascido na Inglaterra, em 1643, Isaac Newton, foi um grande estudioso de física, matemática, filosofia, astronomia, teologia e astrologia. Ele acreditava que o estudo dessas ciências facilitaria o estudo dos fenômenos naturais — e estava certo!

Lucas Vasconcellos
Leia Mais:

Assine e Ganhe

FAMOSOS

  1. 1 Nem sempre os livros contam histórias inventadas. Confira cinco sugestões de obras baseadas em fatos reais 5 livros sobre histórias reais
  2. 2 Qual é a importância da música na nossa vida?
  3. 3 Quando usar mais e mas?
  4. 4 5 livros sobre a felicidade
  5. 5 A poluição do plástico no meio ambiente