Recreio
Viva a História / Monarquia

Da rainha Vitória a Dom Pedro II: 5 dos monarcas que reinaram por mais tempo na história

Apesar de segurar o trono não ser uma tarefa fácil, alguns reis e rainhas conseguiram permanecer com a coroa por mais de cinco décadas

Daniela Bazi Publicado em 07/10/2020, às 18h10 - Atualizado às 18h20

Rainha Vitória, do Reino Unido e Dom Pedro II, do Império do Brasil - Wikimedia Commons
Rainha Vitória, do Reino Unido e Dom Pedro II, do Império do Brasil - Wikimedia Commons

Em uma monarquia, o chefe de Estado conquista seu cargo principalmente pela hereditariedade, ou através de uma eleição, no qual permanecem até sua morte, ou abdicação. Entretanto, permanecer no trono não é algo simples. Atualmente, restaram apenas 45 monarquias espalhadas pelo mundo, com famílias que seguem no poder a décadas.

Conheça 5 monarcas que tiveram alguns dos reinados mais longos da história.

1. Pepi II, do Egito Antigo, e Sobhuza II, do Reino da Suazilândia

Pepi II e Sobhuza II disputam pelo primeiro lugar na lista de reinados mais longos. O Faraó egípcio reinou até sua morte, aos 100 anos, e ficou 94 anos no poder. Porém, nenhum dos dados relacionados a seu reinado tem comprovação, o impedindo de ocupar o primeiro lugar na lista mundial.

Todavia, Sobhuza II assumiu o trono do Reino da Suazilândia em 7 de agosto de 1903, quando tinha apenas 4 anos de idade. Seu reinado durou 79 anos e 14 dias, sendo o monarca mais longevo da África e da história já comprovado.

2. Dom Pedro II, do Império do Brasil

O último imperador brasileiro foi o que durou mais tempo no trono da história da monarquia brasileira e o monarca mais longevo das Américas. Foi deposto em 1889 após um golpe militar para instaurar a República, após 58 anos, 8 meses e 10 dias de reinado.

3. Vitória, do Reino Unido

Vitória é tataravó da rainha Elizabeth II e era dona do recorde de maior reinado da Grã-Bretanha, antes de sua neta. O seu reinado é um dos mais notórios da história: durou 62 anos, 11 meses e 16 dias, até sua morte em 1276.

++Leia a matéria completa no site Aventuras na História, parceiro da Revista Recreio.