Recreio

Lady Dorothy Walpole: Conheça a famosa lenda britânica da Dama de Marrom

Entenda a história do fantasma que assombra uma casa na Inglaterra desde sua trágica morte, em 1726 — e já foi capturada em imagens. Confira!

Daniela Bazi Publicado em 01/10/2021, às 11h04 - Atualizado às 12h07

Lady Dorothy Walpole, a Dama de Marrom - Wikimedia Commons
Lady Dorothy Walpole, a Dama de Marrom - Wikimedia Commons

A Dama de Marrom é uma das lendas sobre fantasmas mais famosas de toda a Grã-Bretanha. Segundo os boatos, ela assombra a residência Raynham Hall, em Norfolk, na Inglaterra, e recebeu este apelido devido ao antigo vestido marrom no qual ela sempre usa.

O verdadeiro nome do espírito é Dorothy Walpole, a irmã do homem considerado como o primeiro a exercer o cargo de primeiro-ministro da nação, Robert Walpole. Em vida, Lady Dorothy se casou com o político inglês Charles Townshend, que era reconhecido por ser muito violento em seus relacionamentos — sendo este o seu segundo matrimônio.

A história diz que, certo dia, Charles descobriu que sua esposa o estava traindo com um outro político, chamado Lord Wharton, e decidiu castiga-la a deixando trancada em um dos aposentos da família, em Raynham Hall. No entanto, segundo o relato de Lady Mary Wortley Montagu, um aristocrata da época, a Walpole não havia sido trancada por seu marido, e sim pela Condessa de Wharton, mulher de seu amante. Desde então, ela teria permanecido na residência até 1726, quando morreu de varíola.

dama de marrom
Residência de Raynham Hall / Crédito: Wikimedia Commons

Ela teria feito sua primeira aparição como fantasma em 1835, durante o Natal, quando a casa estava cheia de convidados. Quem a teria visto foi um coronel chamado Loftus, e um outro homem com o nome de Hawkins. Eles a teriam encontrado enquanto se dirigiam para seus quartos, quando se depararam com uma mulher utilizando um vestido marrom. A experiência se repetiu na manhã seguinte e, logo após os funcionários descobrirem sobre o ocorrido, logo abandonaram o serviço.

A Dama de Marrom teria aparecido algumas outras vezes, porém, a vez que lhe deixou famosa em todo o Reino Unido aconteceu em 1936. No dia 19 de setembro do mesmo ano, o capitão Hubert C. Provand junto com um fotógrafo e um assistente que trabalhavam para a revista Country Life, decidiram ir tirar algumas fotos de Raynham Hall para um artigo que seria publicado.

Quando chegaram na escadaria da residência, tiraram uma fotografia da região, porém, antes de repetirem o ato, o assistente Indre Shira percebeu uma mulher em formato de vapor descer as escadas e se aproximar dos homens. Mesmo assustados com a situação, Hubert conseguiu tirar a lente da câmera e Shira capturou a assombrosa imagem.

dama de marrom
Imagem tirada por Indre Shira da Dama de Marrom / Crédito: Wikimedia Commons

A experiência assustadora acabou sendo publicada na revista Country Life, junto com a inédita foto da Dama de Marrom em 26 de dezembro de 1936. Especialistas chegaram a analisar a imagem, e afirmaram que não encontraram possíveis sinais de alteração. Apesar de tudo, muitos críticos continuam a desacreditar na história, e dizem que a imagem não passa de uma sujeira feita propositalmente na lente, ou que possa ser apenas uma mancha de luz onde, coincidentemente, se parece com o formato de uma pessoa.

Essa teria sido a última aparição do fantasma de Lady Dorothy Walpole. Desde então, a Dama de Marrom nunca mais foi vista, porém, continua no imaginário de milhares de britânicos. Sua foto também permanece como um dos maiores mistérios paranormais da Grã-Bretanha.