Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Viva a História / História

Como surgiu o rádio no Brasil?

O início do século 20 trouxe para o Brasil um novo meio de comunicação: o rádio!

Redação Publicado em 30/06/2022, às 13h09

Imagem ilustrativa - Getty Images
Imagem ilustrativa - Getty Images

Estreia!

O rádio chegou ao nosso país em 7 de setembro de 1922, durante a comemoração dos 100 anos de Independência do Brasil. A primeira transmissão levou ao ar uma fala de Epitácio Pessoa (nosso presidente na época) e contou com a presença de Edgard Roquette-Pinto, médico que pesquisava radioeletricidade. Maravilhado com a tecnologia, ele convenceu a Academia Brasileira de Ciências a patrocinar a criação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro ou PRA-2.

O início do rádio no Brasil tem algumas informações duvidosas por causa da falta de registros. Pesquisadores têm certeza apenas de que emissoras com as palavras clube, sociedade e PR no nome foram as pioneiras. Mas não se sabe ao certo qual emissora foi, de fato, a primeira rádio brasileira  antes da PRA-2, por exemplo, um grupo de amigos transmitia apenas alguns sons e palavras na Rádio Clube de Pernambuco, em transmissões não-oficiais.

Entre amigos

Apesar de a primeira transmissão ter acontecido em 1922, a PRA-2 só começou a operar de fato em abril de 1923 – usava um transmissor doado, instalado no Rio de Janeiro (capital do Brasil na época). As primeiras emissoras de rádio fundadas em nosso país eram formadas por amigos e pessoas entusiasmadas com a novidade (por isso, eram chamadas de rádios sociedades e rádios clubes).

Muitas frequências

Dois anos depois da primeira transmissão, várias emissoras de rádio surgiram no Brasil. A Rádio Educadora Paulista apareceu em São Paulo quase ao mesmo tempo em que, na Bahia, ia ao ar a Rádio Sociedade (PRA-4). E o Rio de Janeiro ganhou uma segunda emissora, a Rádio Clube do Brasil – a primeira a pedir e ter autorização para veicular propaganda.

Ajuda presidencial

O rádio não parava de crescer e alcançou diversos locais rapidamente. Mas um momento marcante aconteceu em 1932, quando o então presidente Getúlio Vargas liberou a divulgação de propaganda ao longo da programação. Ainda na década de 1930, o rádio se tornou o primeiro veículo de massa brasileiro.

Frequência de sucesso

O ano de 1936 trouxe outro marco: o surgimento da Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Com o apoio do governo, a emissora se tornou a mais importante do país, com programas jornalísticos históricos, como o Repórter Esso, e Radionovelas de sucesso (a primeira foi 'Em Busca da Felicidade', de 1941).

Radionovela era o que o próprio nome diz: uma novela no rádio. Eram até 120 capítulos transmitidos diariamente. Havia também o radioteatro, com uma história que possuía poucos capítulos ou que começava e acabava no mesmo dia.

No coração do povo

A partir da década de 1960, com cada vez menos recursos, os investimentos na programação de rádio diminuíram – o surgimento da TV tirou boa parte dos grandes anunciantes e a ditadura militar, a partir de 1964, impôs muita censura aos programas. Apesar disso, o rádio continua sendo um veículo muito importante até hoje.