Recreio

Como surgiu o forró?

Conheça a história de um dos ritmos mais antigos do Brasil

Letícia Yazbek Publicado em 01/12/2021, às 16h38 - Atualizado em 02/12/2021, às 14h40

Luiz Gonzaga, o Rei do Baião - Domínio público / Acervo Arquivo Nacional
Luiz Gonzaga, o Rei do Baião - Domínio público / Acervo Arquivo Nacional

No clima nordestino

O forró é um estilo musical brasileiro muito popular na região Nordeste – a música é acompanhada da dança de mesmo nome. Ele surgiu a partir da influência de ritmos africanos e europeus, trazidos pelos colonizadores, escravos e imigrantes. As letras costumam falar sobre a cultura e o cotidiano nordestinos – apesar de, atualmente, o forró estar presente em todo o Brasil.

Que nome é esse?

No século 19, bailes populares que aconteciam em Pernambuco eram chamados de forrobodó ou forrobodança. Na época, como as pistas eram feitas de barro batido, as pessoas se moviam arrastando os pés para evitar que poeira subisse durante a dança. Assim, a palavra forró surgiu a partir de forrobodó, também chamado de arrasta-pé.

Eles fazem parte!

Outros estilos também são considerados parte do forró. Um exemplo é o xaxado, que surgiu no sertão de Pernambuco, em 1920, e era comum entre os cangaceiros (usava a sanfona e a zabumba). Já o baião surgiu na década de 1940, também no Nordeste, e tem instrumentos como flauta, zabumba e viola.

Os primeiros músicos

Nas décadas de 1940 e 1950, o forró se popularizou pelo Nordeste. O forró pé de serra, como é chamado o forró tradicional, tinha como fonte de inspiração o universo rural do sertanejo. A música era tocada por trios, usando sanfona, zabumba e triângulo. A dança tinha passos básicos, com giros simples

Os primeiros músicos

Nas décadas de 1940 e 1950, o forró se popularizou pelo Nordeste. O forró pé de serra, como é chamado o forró tradicional, tinha como fonte de inspiração o universo rural do sertanejo. A música era tocada por trios, usando sanfona, zabumba e triângulo. A dança tinha passos básicos, com giros simples

Influências diferentes

Esse estilo nunca parou de evoluir: por volta de 1990, jovens da região Sul começaram a tocar e a dançar de forma diferente, com influências do rock, samba e reggae. Essa variação é o forró universitário, com violão, contrabaixo, bateria e instrumentos de percussão. Os passos de dança são mais rápidos, com mais giros. Várias bandas de forró universitário fazem sucesso, como Falamansa e Rastapé.

Batida inovadora

Uma nova variação, chamada de forró eletrônico, surgiu entre as décadas de 1990 e 2000 – acrescentou guitarras, teclado e batidas eletrônicas. Nessa versão, as músicas são dançantes e falam sobre temas divertidos e românticos. Os passos incluem coreografias, ao som de cantores como Frank Aguiar. Diversos artistas representam o forró pé de serra: Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Genival Lacerda, entre outros.

Você sabia?

O Dia Nacional do Forró é comemorado em 13 de dezembro. A data é uma homenagem ao dia do nascimento de Luiz Gonzaga, um dos artistas mais importantes da música popular brasileira.