Recreio

Como a capoeira foi inventada?

Sendo uma mistura de luta e arte, a capoeira já chegou a ser proibida por anos no Brasil

Lucas Vasconcellos Publicado em 12/02/2021, às 10h00 - Atualizado às 15h51

Homens lutando capoeira - Wikimedia Commons
Homens lutando capoeira - Wikimedia Commons

A história da capoeira em nosso país começou na época da escravidão. Os negros trazidos da África já tinham a capoeira como forma de luta e resistência. Para não levantar suspeitas de que estavam praticando algo proibido, eles adaptaram os movimentos aos cânticos africanos, fazendo tudo parecer uma dança.

O nome capoeira veio de uma vegetação? Para se esconder dos senhores e guardas das fazendas, os escravos iam para locais de mato com poucas árvores e ramagem baixa – essa vegetação tinha o nome indígena de capoeira. 

Séculos de história

No Rio de Janeiro do século 19, bandidos eram chamados de capoeiras. Ainda naquela época, em 1888, com a abolição oficial da escravidão no Brasil, os negros libertos não tinham como sobreviver. Por isso, enfrentaram muitas situações complicadas. Em Salvador, na Bahia, foram organizadas rebeliões e, por isso, a capoeira acabou proibida.

Recomeço

Na década de 1930, a capoeira já não era malvista. Tanto que o então presidente Getúlio Vargas convidou um grupo para se apresentar no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro (na época, capital do Brasil). A partir daí, o esporte foi liberado!

Hora do jogo!

Para gingar capoeira é preciso de ritmo, que vem pelo som de instrumentos como atabaque, berimbau e agogô. Dois parceiros executam movimentos de ataque, defesa e esquiva, simulando uma luta. É necessário respeito, habilidade e força. O gingado mantém o corpo seguindo um ritmo, que dá origem a mais movimentos. Quem pratica esse esporte nunca está parado nos momentos.

Corpo em movimento

A necessidade de agir, a improvisação e o equilíbrio permitem, para quem joga capoeira, melhorar a noção de tempo, espaço e ritmo. Os movimentos mexem com todos os músculos, dão reflexos mais rápidos e ainda ajudam a ganhar força, resistência, agilidade, flexibilidade, velocidade e coordenação. Você ainda fica mais atento!

A capoeira é divida em dois estilos principais:

Angola: é mais lenta e os golpes costumam ser feitos junto ao chão. Conta mais a ginga do que a força. O uniforme pode ser calça marrom ou preta e camiseta amarela.

Regional: os movimentos são rápidos e podem ser feitos no chão e no ar. As lutas costumam trazer mais golpes em pé, rasteiras, saltos e acrobacias. O uniforme é composto de calça e camiseta brancas.

Fonte: Associação desportiva Arte Cultura Capoeira