Recreio
Tecnologia / Profissões

O que é preciso para se tornar um super inventor?

Sonha em ser um super inventor? Então, comece agora em seis passos!

Redação Publicado em 03/12/2021, às 16h26 - Atualizado às 16h29

Imagem ilustrativa de um inventor e seu robô - Pixabay
Imagem ilustrativa de um inventor e seu robô - Pixabay

1. Cérebro a mil

Para ser um inventor, é preciso ter muita imaginação e ser bem curioso. Também é importante observar tudo o que acontece ao redor e sempre procurar soluções para cada problema que encontrar. Se você ainda é criativo, adora tecnologia e não tem medo de errar, está no caminho certo!

2. Questione-se!

Comece a se perguntar como máquinas e objetos funcionam. Depois de pesquisar e aprender sobre o processo, pense no que aquele objeto seria capaz de fazer se fosse aprimorado. Por exemplo: se você pudesse adicionar uma nova função a um smartphone, o que escolheria?

3. Anote tudo

Tenha sempre um bloco de papel por perto para escrever suas ideias. Uma boa dica para que elas surjam é pensar nos seus problemas diários. Qual objeto que você usa muito poderia funcionar melhor? O que você gostaria de fazer com mais velocidade e eficiência? Coloque a cabeça para funcionar!

4. Tudo é possível

Uma invenção não precisa ser algo novo, que nunca foi criado. Você pode adaptar um objeto que já existe, melhorando a forma como ele funciona, adicionando funções e até criando um novo jeito de produzi-lo. Também dá para juntar dois objetos que já existem!

5. Planejamento

Quando já tiver algumas ideias, decida qual delas é mais simples de fazer, com materiais que você pode conseguir. Aí, trace um esboço da invenção, anotando tudo sobre o funcionamento esperado. Pense no que poderia dar errado e como você faria para consertar o problema.

6. Mãos à obra

Tente encontrar os materiais de que você precisa na sua casa ou com um amigo. Se tiver dificuldades para achar alguma coisa, peça a um adulto para ir a uma loja de ferramentas ou de materiais de construção. Na hora de montar a invenção, é importante que um adulto esteja por perto para ajudar você no que for necessário.

Fique esperto!

Com a ideia definida para o invento, registre uma patente (título de propriedade sobre uma invenção). Assim, você evita que alguém se aproprie do que criou. Para conseguir o registro, converse com seus pais, pois é preciso fazer um pedido ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial.