Recreio
Planetário / Curiosidade

Será que a Lua tem algum cheiro?

Durante as missões do Programa Apollo, da NASA, os astronautas contaram que sentiram um cheiro diferente na Lua

Vanessa Centamori Publicado em 05/11/2021, às 14h11 - Atualizado às 16h56

Será que a Lua tem algum cheiro? - Foto: Freepik
Será que a Lua tem algum cheiro? - Foto: Freepik

Muito já se supôs sobre o que se passa na cabeça de um astronauta. Mas, e o que será que se passa pelo nariz? O palpite mais óbvio é: o aroma do espaço, ou ainda, o cheiro peculiar da Lua.

Esse aroma incomum da poeira lunar foi possivelmente sentido em seis missões do Programa Apollo, da NASA, por um total de 12 viajantes do espaço. Isso ocorreu entre 1969 e 1972, no entanto, décadas depois, cientistas ainda trabalham para identificar a origem dessa enigmática fragrância. E não, ela não tem nada a ver com queijo.

Uma descrição

Para a felicidade dos curiosos de plantão, o astronauta Buzz Aldrin, o segundo a pisar na Lua, na histórica Apollo 11, descreveu o mistério olfativo. "Era como carvão queimado", disse Aldrin, "ou semelhante às cinzas que estão na lareira, especialmente se você derramar um pouco de água sobre elas".

O astronauta entrou em contato com poeira da Lua quando ele e Neil Armstrong ( o primeiro a pisar na superfície lunar) entraram e repressurizaram o módulo lunar Eagle. Seus trajes e equipamentos ficaram sujos por aquele pó de odor distinto —  algo que até então também era muito temido.

"Antes de deixarmos a Terra, a poeira lunar era considerada por alguns alarmistas como muito perigosa, de fato pirofórica, capaz de inflamar espontaneamente no ar", disse Aldrin. Segundo o viajante do espaço, o problema era que a substância estava sempre em pouco contato com oxigênio.

Desse modo, ao repressurizar a cabine do módulo lunar, o medo seria o local esquentar até arder em chamas. Então Aldrin e Armstrong fizeram um teste com uma amostra do solo, que foi colocada no topo cilíndrico da tampa de um motor da Eagle.

Os astronautas aguardaram para ver se amostra realmente ia explodir. "Se isso acontecesse, pararíamos a pressurização, abriríamos a escotilha e a jogaríamos fora. Mas nada aconteceu. Voltamos ao negócio de nos preparar para sair da lua", relatou Aldrin.

++Leia a matéria completa no site Aventuras na História, parceiro da Revista Recreio.