Recreio
Pets / Banho

Veja dicas fáceis para dar banho em seu pet em casa

É possível deixar seu cachorro ou gato limpinho e cheiroso dando banho em casa. Veja nossas dicas e aproveite este momento de diversão!

Letícia Yazbek Publicado em 05/06/2020, às 11h00 - Atualizado às 15h00

Aprenda a dar banho no seu pet! - Getty Images
Aprenda a dar banho no seu pet! - Getty Images

A primeira decisão a tomar é onde o banho vai acontecer. Pias e bacias são suficientes para animais pequenos. Para os pets grandes, existem banheiras próprias para animais. A água fria (em temperatura ambiente) é ideal para o banho – se estiver gelada, o pet poderá ficar gripado ou com pneumonia; a água quente pode queimar a pele do bichinho. Por isso, sempre tente encontrar um equilíbrio na temperatura.

É importante deixar todos os materiais à mão antes de começar. Assim você não precisa parar no meio do banho e deixar seu bichinho passando frio!

Ao contrário do que pensamos, os gatos podem gostar de banho, sim! Alguns podem adorar água e curtir o momento do banho – depende cada animal. É legal dar banho no bichano desde filhote, assim ele se acostuma e aprende a gostar.

Ritual

A maioria dos pets não gosta de tomar banho. Por isso, antes de começar, procure fazer carinho, brincar e dar petiscos. Você também pode escovar os pelos para remover nós e deixar o animal mais calmo. Com um algodão ou gaze, limpe a parte externa dos ouvidos do animal. Nunca introduza um cotonete no ouvido – a limpeza da região interna só deve ser feita por um veterinário!

Depois de limpar, coloque um chumaço de algodão nas orelhas do pet. Isso evita que entre água e cause infecções. Também vale a pena cortar as unhas do bicho antes do banho – para isso, utilize um alicate ou cortador próprio para animais e que seja de acordo com o tamanho do seu pet.

Chegou a hora

Encha a bacia ou a banheira, sem deixá-la muito cheia. Comece enxaguando o corpo do animal e, em seguida, a cabeça. Aplique o xampu específico para o gato ou cachorro – há várias opções, dependendo do tipo de pelo e necessidades do bicho. Nunca use xampu para humanos – eles podem causar alergias e irritar o olfato do pet.

Esfregue suavemente todo o corpo, com atenção especial para as patas, o rabo e a região ao redor da boca – partes que costumam ficar mais sujas. Enxágue para retirar todo o xampu e repita o procedimento se achar necessário. Caso o animal tenha pelos longos, você pode usar um condicionador para ajudar a desembaraça-los.

Durante o banho, fique atento às reações do seu pet. Veja a posição em que ele se sente mais confortável e vá conversando com ele. Tudo isso é importante para que a experiência do banho seja positiva para o bichinho!

Pós-banho

Depois de enxaguar bastante, retire o animal e o envolva com uma toalha para tirar o excesso de água. Pressione a toalha sobre o pelo, sem esfregar. Com a ajuda de um secador, deixe os pelos bem sequinhos! Garanta que o pet esteja a uma distância confortável do secador e que o ar não esteja muito quente. Deixar o animal se secar sozinho não é uma boa ideia: ele pode ficar gripado e contrair doenças de pele.

O cuidado com os filhotes deve ser ainda maior – a capacidade de adaptação térmica deles é bem pequena, por isso é importante mantê-lo aquecido! Após o banho, é legal oferecer um mimo: assim, ele associa o banho a um momento divertido e torna o trabalho cada vez mais fácil!

A frequência de banhos depende muito da raça e do estilo de vida de cada animal. Alguns devem tomar banho raramente, outros precisam de uma higiene semanal. O ideal é que a frequência seja determinada por um médico veterinário.