Pets | Gatos

Tudo o que você precisa saber antes de adotar um gato

Confira tudo sobre o comportamento dos bichanos antes de receber seu novo amigo em casa

segunda 13 janeiro, 2020
Foto:Getty Images

Para começo de conversa, é importante entender que gatos não agem da mesma forma que cachorros. Apesar de o comportamento dos bichanos variar conforme raça, idade e sexo, eles costumam ser mais independentes. Ou seja, gostam de ficar sozinhos. Mas também são carinhosos e companheiros – muitos gatos criam fortes laços afetivos com seus donos, outros gatos e até com cães.

Alimentação

Notícias Relacionadas

Gatos são animais carnívoros. Por isso, a ração deles deve ser cheia de proteínas. Esses pets também gostam de complementar a refeição com folhas e outros tipos de vegetais. Além disso, é importante estimulá-lo a beber bastante água.

Sentidos em alerta

Sabia que os gatos precisam apenas de 1/6 da luz do que os humanos necessitam para enxergar? Por isso, são capazes de ver bem no escuro – não se assuste se encontrar seu gato andando pela casa à noite. A audição também é poderosa: um gato consegue ouvir o dono chegando ao térreo de um prédio mesmo que esteja no décimo andar. E tem mais: o olfato é mais ou menos 14 vezes mais potente do que o do ser humano.

Limpeza

Já reparou que os gatos gostam de se lamber e fazem isso em boa parte do tempo? Na natureza, esses felinos agiam assim depois de se alimentarem para eliminar qualquer cheiro do corpo – e evitar a aproximação de predadores. O costume ficou e os gatos seguem se lambendo para se sentirem limpos.

Fique de olho: se seu gato começar a se lamber em excesso, é melhor consultar um veterinário – ele pode estar estressado ou ansioso.

Mas as lambidas não são suficientes para retirar toda a sujeira do corpo dos gatinhos. Por isso, saiba que seu novo amigo terá que tomar banho todo mês – a história de que gatos detestam água é mito! É importante ser cuidadoso e usar produtos específicos para felinos na hora da higiene.

Caixa especial

Os bichanos usam aquelas caixinhas próprias para se aliviarem. Mas não vale largar a caixa em um canto qualquer e esperar que o gato fique feliz. Ele pode até deixar de usar o lugar certo para xixi e cocô se o objeto estiver sujo, por exemplo. Também é importante evitar o uso de produtos muito perfumados para limpar esse acessório.

Brincadeira

Mordidas de gatos filhotes podem até parecer fofas. Mas se tornam dolorosas quando o pet cresce. Por isso, fica a dica: conheça bem seu animal de estimação. Alguns gatos não gostam de ser tocados na barriga, por exemplo. Também é importante não usar as mãos e os dedos para brincar – prefira bolinhas e fitinhas.

Gatos adoram se comunicar com os donos e mostrar o que sentem. Para entendê-los, observe a linguagem corporal. Se a cauda estiver reta e com a ponta dobrada, o gatinho está oferecendo amizade. Já orelhas baixas e pupilas redondas (sene dilatadas) indicam agressividade. Além disso, para cada sentimento há um miado diferente – o som pode indicar felicidade, medo e até dor.

 

Consultoria: Guilherme Soares (médico veterinário) e Jonas Byk (biólogo especialista em comportamento animal e professor de Zoologia da UFAM).

Letícia Yazbek
Leia Mais:

Assine e Ganhe

FAMOSOS

  1. 1 Não perca a chance de curtir, durante a sua infância, alguns dos livros que toda criança deveria ler 10 livros para ler antes de crescer
  2. 2 Pensadores Antigos 9 - Immanuel Kant
  3. 3 Pensadores antigos 8 - Sun Tzu: Estrategista militar e filósofo chinês
  4. 4 O que são alimentos orgânicos?
  5. 5 5 livros superdivertidos sobre piratas