Recreio
Natureza / Meio ambiente

De onde vem as diferentes cores da natureza?

Saiba tudo sobre as inúmeras tonalidades presentes na natureza

Letícia Yazbek Publicado em 22/10/2021, às 11h00 - Atualizado às 11h33

Imagem ilustrativa de uma floresta no outono - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma floresta no outono - Pixabay

Por que as folhas são verdes?

Por causa de um pigmento chamado clorofila. Essa substância é responsável por captar a luz e realizar o processo de fotossíntese. A clorofila absorve os comprimentos de onda azul, violeta e vermelho, e reflete a luz verde, dando à planta essa coloração. Mas as folhas também têm outros pigmentos e, por isso, podem ter outras cores. Quando uma folha se torna mais velha, ela fica amarelada ou alaranjada, por exemplo. Isso acontece porque a quantidade de clorofila diminui e a do pigmento carotenoide, que dá esse tom, aumenta.

Por que o fogo é vermelho?

A cor do fogo depende da temperatura em que ele queima e do tipo de material que está sendo queimado. A base da chama de uma vela, por exemplo, tem muito calor e forma ondas de luz com muita energia, mais azuladas. A parte alta tem menos calor – ela forma ondas com menos energia, mais avermelhadas. Além disso, o gás de cozinha resulta em uma cor azulada. Já o metanol, combustível usado pelas equipes da Fórmula Indy, tem uma chama invisível. Outro fator que cria alterações é a presença de elementos químicos durante a queima. Isso é fácil de ser observado nos fogos de artifício: o bário, por exemplo, emite cor verde; o sódio, a cor amarela; e o estrôncio é vermelho.

Porque a areia é bege ou branca?

A cor da areia depende da rocha que a originou. Acontece assim: as rochas do nosso planeta são formadas por grãos minerais. Quando elas ficam sujeitas à ação do clima, se transformam em um material que se desmancha facilmente, formando a areia. A areia negra é resultado da transformação de uma rocha rica em mica, um grupo de minerais. A rocha que deu origem à areia negra fica em uma montanha próxima à praia. Já a areia branca ou bege é composta principalmente de quartzo, um subproduto da mica. A rocha que deu origem à areia branca fica mais distante, pois os grãos já sofreram bastante desgaste. Outros materiais podem dar colorações diferentes à areia, como fragmentos de corais e algas.

Por que o tronco das árvores é marrom?

Porque a casca do tronco das árvores é formada por células mortas, que deixaram de receber a hidratação necessária. A parede dessas células têm substâncias que as tornam mais resistentes, contribuindo para a coloração. Além disso, principalmente nas grandes cidades, as árvores são alvo da fumaça dos carros e de poeira, o que ajuda a escurecer ainda mais os troncos. A casca morta serve para proteger a árvore do calor, do frio, de ataques de animais e do fogo. Mas também existem troncos nas cores verde, cinza e até vermelha! Nesses casos, as células mortas apresentam substâncias que alteram a cor. Tudo depende da espécie da planta e até da umidade da região em que ela fica.

Por que a nuvem é branca?

Porque elas refletem todas as cores do Sol juntas. As nuvens são feitas de gotículas de água - elas conseguem refletir todas as cores da luz do Sol. Como a união de todas as cores é o branco, essa é a cor que vemos. Mas as nuvens também podem ser mais escuras, cinzas ou quase pretas. É que as nuvens de chuva são muito grandes – a quantidade de gotículas de água presentes ali forma uma barreira espessa para os raios solares. Aí, a luz do sol quase não as atravessa, e elas ficam escuras. Além disso, no alto dessas nuvens existem cristais de gelo, que funcionam como um espelho para o Sol, refletindo seus raios para cima e fazendo com que elas pareçam grandes sombras.

nuvem

Por que a neve é branca?

Porque ela é formada por muitos e minúsculos cristais de gelo que ficam bem unidos, por onde a luz não passa. Ao atingir a neve, os raios de luz são desviados e refletem todas as cores da luz do Sol. A junção de todas as cores é o branco. Por isso, vemos esse tom. Em cubos de gelo, onde há poucos cristais, o desvio é pequeno e temos a impressão de que a luz passou direto. Aí, fica parecendo que os cubos são transparentes.

Por que a terra é marrom?

É que, quando as plantas morrem, as folhas caem no chão, levando o carbono presente na planta para o solo. Aí, microrganismos utilizam enzimas (proteínas) especiais para desfazer a planta. Eles quebram as ligações químicas e se alimentam do material. Os microrganismos processam uma grande quantidade de carbono, mas, mesmo sendo muito rápidos, não conseguem se alimentar de todo o carbono presente no solo. A substância vai se acumulando durante milhares de anos até que haja carbono suficiente para que a terra atinja a tonalidade marrom. Esse elemento absorve a maioria das cores que formam a luz solar e reflete apenas a luz marrom. Mas a terra também ser avermelhada ou esbranquiçada, dependendo da substância que existe em maior quantidade.

Consultoria: Cláudia Bortolato (química e pesquisadora da Unicamp) e Welington Delitti (professor do Departamento de Ecologia da USP).