Recreio
Natureza / Água

O Dia Mundial da Água completa hoje 30 anos

Criado em 1992 pela ONU, o Dia Mundial da Água tem como objetivo destacar a importância e conscientizar o uso deste recurso natural

Chirstiane Oliveira Publicado em 22/03/2022, às 13h04

Imagem ilustrativa de uma mangueira - Getty Images
Imagem ilustrativa de uma mangueira - Getty Images

Água, o planeta depende dela

Para lembrar todo mundo sobre a importância da preservação desse líquido, comemoramos o Dia Mundial da Água em 22 de março. A data foi criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU). Já se passaram 30 anos e o ser humano ainda tem muito a aprender!

Tem bastante?

O Brasil é um país onde existe mesmo muita água. O problema é que a maior parte da energia gerada por aqui vem das usinas hidrelétricas, que funcionam com água. Ou seja, além de ser usada para consumo, ela é aplicada na produção de eletricidade. Além disso, as bacias hidrográficas mais ricas estão distribuídas onde a população é menor, como na região Norte.

Conexão amazônica

Algumas regiões brasileiras estão sofrendo, desde 2014, com a falta de chuva. Isso está diretamente
ligado ao desmatamento da Amazônia! A floresta manda umidade para a atmosfera. Essa umidade viaja
e se transforma em chuva nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país. Quanto maior o desmatamento, menos umidade é enviada para esses lugares. Aí, chove menos e os reservatórios secam.

Oceano de água

Quase toda a água do planeta está nos mares. Então, por que não tiramos o sal dela e pronto? Alguns países fazem isso, principalmente os do Oriente Médio. Mas o procedimento é caro e gasta muita energia. Mais um fator complica a operação: na maioria das vezes, apenas um terço da água que veio do mar se torna própria para o consumo humano. O restante é descartado na forma de salmoura – líquido com muita concentração de sais.

Gigante!

Sabia que o maior reservatório subterrâneo de água passa pelo Brasil? É o Aquífero Guarani, no subsolo de oito estados brasileiros, estendendo-se até Argentina, Uruguai e Paraguai. Só que a água abaixo dos nossos pés fica em contato com minerais que os seres humanos não podem consumir – quanto maior a profundidade, mais mineralizada ela fica. O processo para retirar as substâncias custa muito dinheiro. Por isso, apenas algumas regiões do Brasil (nordeste de São Paulo e sul de Minas Gerais) conseguem consumir essa água – por lá, o Aquífero está mais perto da superfície.

É suficiente!

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cada pessoa precisa de cerca de 100 litros de
água por dia para viver. Isso inclui a quantidade usada para beber, dar a descarga, tomar banho, lavar roupa, limpar a casa e preparar refeições. A realidade é bem diferente. A média emalgumas cidades do Brasil, como São Paulo, chega a 190 litros por dia!

Fica ainda pior pelo mundo: em Milão (Itália) cada habitante usa 470 litros diários. É preciso dar um basta no desperdício!

Você sabia que 97% da água existente na Terra é salgada? Os 3% de líquido doce estão distribuídos assim: 2% em forma de gelo e 1% em rios, lagos e lagoas ou no interior da Terra.