Recreio
Natureza / Fenômenos

Como os ventos se formam?

Esse fenômeno natural está presente em nosso dia a dia, com mais ou menos intensidade. Veja como ele acontece!

Lucas Vasconcellos Publicado em 21/05/2020, às 15h00 - Atualizado às 18h52

Getty Images
Getty Images

O vento nada mais é do que o ar em movimento. Ele é esse essencial para a vida humana: o ar em movimento é um dos fatores que levam à formação de nuvens e chuvas, além de influenciar nas variações de temperatura.

A movimentação do vento ocorre por diferentes razões e vem de locais distintos. Por exemplo: se você vive em uma cidade com muitos prédios, deve perceber menos os ventos fortes, pois os edifícios são uma barreira para a circulação. O contrário acontece com quem mora na praia, onde há bem menos obstáculos para o vento fluir.

Os meteorologistas dão nomes diferentes para esse fenômeno, conforme o local onde ocorre, a época do ano e até a quealtitude se passa na atmosfera. No Rio Grande do Sul, por exemplo, acontece o vento minuano, que leva para a região, no outono e no inverno, o ar gelado vindo do Polo Sul.

Três fenômenos cheios de vento!

Ciclones: são ventos que giram no sentido horário (Hemisfério Sul) e no sentido anti-horário (Hemisfério Norte). Há diferentes tipos! Os que acompanham as frentes frias são os extratropicais (surgem longe da região tropical). Eles têm velocidade média superior a 50 quilômetros por hora. Já um ciclone tropical (forma-se nos trópicos), ultrapassa 110 quilômetros por hora. Esse tipo também é conhecido como tufão (quando se forma no oceano Índico e em partes do Pacífico) ou furacão, quando acontece no oceano Atlântico.

Tornado: ocorre a partir de uma nuvem de tempestade chamada de supercélula: ali, os ventos são tão fortes que empurram a nuvem para baixo, formando um funil. Esse funil atinge o chão e age como um aspirador de pó, sugando tudo! Tornados acontecem graças ao encontro de duas massas de ar com características bem diferentes.

Um exemplo é o meio oeste dos Estados Unidos, onde massas de ar frio e seco vindas do norte do Canadá se encontram com massas de ar quente e úmido do Golfo do México. A velocidade do vento pode passar dos 500 quilômetros por hora! Tornados acontecem em terra firme ou em rios, lagos e até na costa – nesse caso, é chamado de tromba d’água.

Monções: referem-se ao período chuvoso de algum local. Nessa época, o vento sopra principalmente do oceano em direção ao continente, trazendo umidade e ajudando na formação de nuvens de tempestade. As monções mais famosas acontecem na Índia, entre junho e setembro. Em julho, chove cerca de 3.300 mililitros (compare com a cidade de São Paulo, onde, ao longo de um ano, cai, em média, 1.300 mililitros de chuva).

Consultoria: Patrícia Vieira (técnica em Meteorologia da Somar).