Recreio
Mapa-Múndi / América Latina

Vizinhos do Brasil: Saiba mais sobre o Uruguai

Com uma incrível mistura cultural, o Uruguai sofreu uma grande influência europeia em sua história

Letícia Yazbek Publicado em 11/06/2021, às 10h00 - Atualizado às 10h21

Bandeiras do Uruguai - Pixabay
Bandeiras do Uruguai - Pixabay

Até 1516, o território do Uruguai foi habitado por índios charruas, chanaés e guaranis. Então, os espanhóis chegaram à região! A primeira colônia surgiu em 1624 até que, 56 anos mais tarde, um grupo de portugueses fundou a cidade de Sacramento. Depois de muitas disputas, os espanhóis expulsaram os portugueses e, em 1726, fundaram Montevidéu. Em 1825, Juan Antonio Lavalleja proclamou a independência do país.

Influência da Europa

A população do Uruguai é composta por descendentes de imigrantes europeus – espanhóis, italianos e franceses. Cerca de 5% das pessoas são descendentes de escravos africanos. A cultura europeia influenciou os costumes, a arte e a arquitetura. Já as roupas e danças apresentam elementos da cultura indígena. Assim como na Argentina, o tango é o estilo musical preferido. Além disso, o Carnaval do país é considerado o mais longo do mundo, com cerca de 45 dias de duração – tem música, dança e teatro ao ar livre.

Mistura de idiomas

A língua oficial é o espanhol, falado pela maioria dos habitantes. O espanhol de lá pertence ao dialeto do Rio de la Plata, semelhante ao que é usado em Buenos Aires (Argentina), influenciado pelo italiano. Inglês, francês e italiano também são falados por parte da população. O português é usado no norte, perto da fronteira com o Brasil.

Receitas populares

Uma mistura das culturas italiana e espanhola forma a cozinha uruguaia. A carne bovina é um dos ingredientes principais. Um exemplo é a parrillada, parecida com o churrasco brasileiro, feita de diferentes tipos de carne. Outra receita popular é o chivito, um sanduíche com carne, presunto, queijo, bacon, alface, tomate e ovo. Também existe a versão uruguaia do cachorro-quente, chamada de pancho. Para a sobremesa, os favoritos são o alfajor e o doce de leite.

Quatro estações

O clima do país é temperado, com estações bem definidas: o verão é quente (temperaturas variam entre 17 e 28 graus Celsius) e o inverno é frio e úmido (termômetros entre 7 a 15 graus Celsius). As chuvas são bem distribuídas durante todo o ano. A melhor época para visitar o Uruguai é durante o verão, de dezembro a março, ou na primavera, de setembro a novembro, quando o clima é ameno.

Edifícios antigos

Montevidéu, a capital, é bem agitada e possui diversas atrações, como teatros, lojas, restaurantes e centros comerciais. Por lá ficam edifícios históricos, como o Palácio Legislativo, a Igreja Matriz e o Teatro Solís. A Praça da Independência, a mais importante do país, ainda conta com um dos portões que cercavam a cidade no período colonial. No Mercado do Porto dá para experimentar os principais pratos típicos. Outras atrações são o Museu de História da Arte, o Museu Pré-Colombiano e Colonial e o Palácio Salvo.

Perto da capital

Punta del Este, a 130 quilômetros de distância de Montevidéu, é uma das cidades mais visitadas. Ela conta com praias e paisagens incríveis, além de muitos restaurantes e lojas. A cidade histórica Colônia del Sacramento, a 180 quilômetros da capital, preserva a arquitetura colonial.

A Casapueblo é outro importante ponto turístico, em Punta Ballena, a 18 quilômetros de distância de Punta del Este. Antiga casa do artista plástico Carlos Páez Vilaró, hoje abriga uma galeria de arte, um museu e um hotel, além de café e restaurante. Vale visitar a casa no fim da tarde e assistir ao pôr-do-sol!