Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Mapa-Múndi / Países

Quais são os maiores Carnavais do mundo?

Confira quais são os três maiores carnavais do mundo depois das festas do Brasil

Letícia Yazbek Publicado em 21/02/2020, às 11h00 - Atualizado em 01/03/2022, às 13h00

Carnaval de Olinda em 2020 - Wikimedia Commons
Carnaval de Olinda em 2020 - Wikimedia Commons

Apesar de o Carnaval brasileiro ser mundialmente famoso, a folia atrai milhares de pessoas em outros lugares do planeta. Conheça os três maiores carnavais depois das festas do Brasil.

O Carnaval do Brasil é imbatível! Ele arrasta cerca de 2 milhões de pessoas em São Paulo e no Rio de Janeiro, 2,5 milhões de pessoas em Salvador e aproximadamente 1,5 milhão de pessoas em Pernambuco.

1º. Santa Cruz de Tenerife (Espanha)

É considerado o segundo maior Carnaval do mundo, atrás apenas do brasileiro. A cada ano, reúne mais de 1 milhão de pessoas e mais de 100 grupos carnavalescos — por isso, fica na frente do segundo colocado. Os grupos desfilam com figurinos e instrumentos musicais e, depois, invadem as ruas para comemorar com o povo — ao som muita música eletrônica e ritmos caribenhos. A festa não tem data certa, mas costuma acontecer durante dez dias nos meses de fevereiro ou março.

2º. Notting Hill (Londres, Inglaterra)

Conhecido como a maior festa popular da Europa, o Notting Hill Carnival acontece sempre no último domingo e na última segunda-feira de agosto. Cerca de 1 milhão de pessoas participam, além de mais de 50 mil artistas. Escolas de samba brasileiras com sede em Londres, como a London School of Samba, levam à capital inglesa para a folia, que toma as ruas do bairro de Notting Hill com direito a carros alegóricos, passistas e baterias.

3º. Veneza (Itália)

O Carnevale di Venezia ocorre durante os 20 dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas. Mais de 500 mil pessoas participam deste que é um dos carnavais mais antigos do mundo: acontece desde o século 16, quando a nobreza se fantasiava para festejar ao lado de plebeus. Além das festas de rua, há tradicionais bailes em clubes e hotéis. As pessoas vestem trajes elaborados, cobrindo todo o corpo, e máscaras cheias de detalhes — a ideia é que a identidade do folião não seja revelada!