Recreio
Mapa-Múndi / Lugares

De Versalhes ao Coliseu: Conheça lugares que carregam muita História

Faça uma viagem pelas próximas páginas e visite alguns dos principais lugares pelo mundo que contam a história da humanidade

Bruna Cardoso Publicado em 17/09/2021, às 17h37 - Atualizado às 17h38

Palácio de Buckingham, na Inglaterra - Pixabay
Palácio de Buckingham, na Inglaterra - Pixabay

1. Palácio de Versalhes (França)

Aqui você conhecerá: um símbolo do poder econômico e político da família real francesa nos séculos 17 e 18.

História do local: erguido a pedido do rei Luís XIII, ficou pronto em 1664. O castelo foi testemunha de momentos históricos, como a morte do rei Luís XVI, da rainha Maria Antonieta e de Napoleão Bonaparte. Por lá, há 700 quartos, 2.153 janelas, 67 escadas, 352 chaminés, 1.250 lareiras e um parque. Em 1837, foi transformado em museu.

Curiosidades: o Tratado de Versalhes foi assinado nesse palácio. O documento encerrou oficialmente a Primeira Guerra Mundial (entre 1914 e 1918), definindo que a Alemanha deveria sofrer punições por ter iniciado o conflito.

2. Chichén Itzá (México)

Aqui você conhecerá: a América antes dos europeus.

História do local: o império maia se desenvolveu em partes da América Central e do México. Uma das principais cidades foi Chichén Itzá, fundada entre 455 e 435 antes de Cristo. Até hoje, várias construções estão conservadas, como a pirâmide de Kukulkan (com 364 degraus) e o Templo de Chac Mool.

Curiosidades: a cidade foi eleita uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo, em 2007.

3. Coliseu (Roma, Itália)

Aqui você conhecerá: uma parte da história do Império Romano.

História do local: construído há cerca de 2 mil anos, já tinha visual avançado para a época. A obra levou 8 anos para ser terminada: são 48 metros de altura, 188 metros de comprimento e 156 metros de largura. No início, o Coliseu abrigava torneios de lutas e confrontos entre guerreiros e animais selvagens. Hoje, está em ruínas depois de encarar vários terremotos.

Curiosidades: o formato permitia que o público (até 50 mil pessoas) ficasse perto da ação. É uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

4. Quéops (Egito)

Aqui você conhecerá: o lugar onde as múmias dos faraós descansavam pela eternidade!

História do local: para construir essa pirâmide (a maior do complexo de Gizé), por volta do ano 2550 antes de Cristo, os egípcios usaram cerca de 2,3 milhões de blocos de pedras – são 147 metros de altura. Lá dentro há uma rede de passagens que leva a galerias e câmaras funerárias. Em uma delas, dentro de um gigantesco sarcófago de granito vermelho, foi colocada a múmia do faraó Quéops. Os historiadores acreditam que milhares de operários trabalharam por cerca de 20 anos na obra.

Curiosidades: é a única entre as Sete Maravilhas do Mundo Antigo que resistiu ao tempo.

5. Acrópole de Atenas (Grécia)

Aqui você conhecerá: um templo grego antigo dedicado à Atena (deusa da inteligência e da bravura em batalha).

História do local: esse complexo, erguido por volta de 450 antes de Cristo, serviu como fortificação militar, centro político e santuário religioso na atual capital grega. O local reúne quatro das obras mais famosas da arte grega clássica: o templo de Partenon; a porta de entrada da Acrópole, o Propileu; o templo Erecteion e o templo de Atena Nike.

Curiosidades: a Acrópole de Atenas fica em uma colina rochosa 150 metros acima do nível do mar.

6. Palácio de Buckingham (Londres, Inglaterra)

Aqui você conhecerá: o lugar onde vive a rainha Elizabeth e parte do restante da família real britânica.

História do local: construído em 1762, tem 775 cômodos (78 são banheiros!) e jardins com 30 espécies de pássaros e 350 tipos de plantas silvestres. O palácio ainda tem cinema, capela, agência dos correios, cafeterias, enfermaria e piscinas.

Curiosidades: há sempre uma bandeira tremulando sobre o palácio, mas nem sempre é a mesma – quando a bandeira do Reino Unido está erguida, significa que a rainha não está em casa; quando o estandarte real é erguido, pode apostar que ela está lá!

7. Memorial do Muro de Berlim (Alemanha)

Aqui você conhecerá: um dos marcos do período conhecido como Guerra Fria, em que o mundo ficou dividido entre um bloco comunista e outro capitalista.

História do local: é uma verdadeira viagem para o ano de 1961, quando um muro passou a dividir a Alemanha entre o lado ocidental e o oriental. Construído a mando da República Democrática Alemã (ou Alemanha Oriental) para impedir o fluxo de refugiados para a República Federal da Alemanha (ou Alemanha Ocidental), repartiu o país entre o lado comunista (dominado pelos soviéticos) e o capitalista.

Curiosidades: o memorial está na área onde a barreira existiu, até ser derrubada em 1989.

8. Éfeso (Turquia)

Aqui você conhecerá: as ruínas da segunda maior cidade do Império Romano!

História do local: cidade greco-romana da Antiguidade, erguida mil anos antes de Cristo, foi um dos maiores centros de divulgação do Cristianismo durante a fase inicial da crença. Muitas construções acabaram destruídas no ano 401 sob a liderança de São João Crisóstomo (arcebispo de Constantinopla). O imperador Constantino I ordenou a reconstrução da cidade, mas ela foi abalada novamente por um terremoto, em 614. Ficou em ruínas.

Curiosidades: abrigava um templo dedicado a Ártemis (deusa grega da caça e da vida selvagem), considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

9. Domo da Rocha (Jerusalém, Israel)

Aqui você conhecerá: o mais antigo e importante ponto de representação do Islamismo.

História do local: também conhecido como Cúpula da Rocha, é um santuário muçulmano, de 691, no alto do Monte do Templo. Chama a atenção o topo dourado.

Curiosidades: a construção tem mosaicos feitos na pedra e mistura arte do Império Bizantino (iniciado no século 6, em Bizâncio – mais tarde Constantinopla, atual Istambul, na Turquia) e do Império Persa (surgiu por volta de 550 antes de Cristo, na região do atual Irã).

10. Petra (Jordânia)

Aqui você conhecerá: um dos principais pontos de comércio do mundo antigo.

História do local: fundada em 312 antes de Cristo, é conhecida até hoje como a capital do império dos nabateus – povo que vivia do transporte de especiarias e que transformou Petra em um eixo importante nas rotas comerciais da época. Um terremoto, no ano 552, destruiu grande parte da cidade, deixando-a em ruínas.

Curiosidades: o nome Petra quer dizer pedra (em grego) e foi escolhido porque quase todas as casas, templos e prédios que existem na cidade foram esculpidos em paredes de rocha sólida.

11. Parque Histórico de Ayutthaya (Tailândia)

Aqui você conhecerá: o local onde ficava a antiga cidade de Ayutthaya, que já foi a maior do mundo – no ano 1700 tinha 1 milhão de habitantes!

História do local: fundada em 1350, Ayutthaya já foi a capital comercial do mundo – ficava entre China, Índia e Malásia. Em 1767, foi destruída pelo exército birmanês. Hoje, além de construções restauradas, é possível ver o templo onde fica o Wat Phra Mongkhon Bophit, um dos maiores budas de bronze da Tailândia.

Curiosidades: no auge, a cidade era governada por 35 reis diferentes! E tinha 1.500 templos e estátuas!