Recreio
Mapa-Múndi / América Latina

Machu Picchu: 10 curiosidades sobre a cidade perdida dos incas

Localizado no Peru, esse sítio arqueológico é um dos locais mais impressionantes do mundo!

Letícia Yazbek e Luciana Fuoco Publicado em 15/10/2021, às 11h00 - Atualizado às 11h35

Machu Picchu, no Peru - Wikimedia Commons
Machu Picchu, no Peru - Wikimedia Commons

Machu Picchu, a cidade perdida dos incas, é o principal ponto turístico do Peru e um dos sítios arqueológios mais conhecidos do mundo. Conheça alguns dos segredos desse lugar!

1. Acredita-se que Machu Picchu foi construída no século 15, para abrigar cerca de 750 pessoas que faziam parte do povo quéchua, tribo da família que reinava no império inca. A cidadela foi construída sob o comando do imperador Pachacuti, que reinou de 1438 a 1471. 

2. No total, Machu Picchu tem 530 metros de comprimento, 200 metros de largura e cerca de 170 recintos em ruínas - casas, templos, praças, cemitérios e locais para guardar alimentos, por exemplo. Tudo foi construído usando grandes blocos de pedra.

3. A cidadela tinha duas partes principais: a agrícola, no leste, com uma estrutura em escadarias para plantio (principalmente batata e milho), incluindo um sistema de drenagem para evitar o acúmulo de água; e a área urbana, a oeste, onde ficavam a maioria dos templos, casas e praças.

4. Em 1532, as tropas do explorador espanhol Francisco Pizarro dizimaram o império inca, destruindo grande parte das cidades que encontraram. Mas Machu Picchu nunca foi encontrada, e os incas acabaram a cidadela menos de um século após sua constrição, devido ao avanço dos espanhóis.

5. Em 1911, o professor de História da Universidade de Yale, Hiram Bingham, decidiu procurar a lendária cidade sagrada dos incas. Com a ajuda de moradores da região, andou pelas montanhas do vale do rio Urubamba e encontrou as ruínas de Machu Picchu.  Na verdade, os locais sabiam da existência da cidadela, mas ela era pouco acessada devido à sua localização. A "descoberta" de Bingham, no entanto, foi importante para que Machu Picchu ficasse conhecida em todo o mundo.

6. Apesar de ser o primeiro "descobridor" oficial, Bingham não foi o primeiro estrangeiro a visitar o local sagrado dos incas. Na década de 1860, o empresário alemão Augusto Berns explorou a região com a autorização do governo do Peru. Já em 1874, o britânico Thomas Paine teria conseguido acessar o local por meio de um mapa da montanha Machu Picchu.

7. Existem várias hipóteses a respeito do objetivo da construção de Machu Picchu. Uma delas diz que o local foi construído por ordem de Pachacuti, para ser um retiro que remetesse às origens dos incas. Alguns historiadores acreditam que a construção da cidadela foi tanto oficial quanto espiritual, tendo sido construída em um local sagrado para o povo inca.

8. O escritor suíço Erich von Däniken tem outra teoria para a origem de Machu Picchu: a cidade teria sido construída por aliens. Mas não há nada que comprove essa hipótese, refutada pela maioria dos historiadores. Para os moradores da região, essa teoria é uma grande ofensa à capacidade de seus ancestrais.

9. Um dos destinos turísticos mais populares do mundo, Machu Picchu é visitada por cerca de 6 mil pessoas todos os dias. Quem visita o local pode caminhar pelas vielas, conhecer o relógio solar inca e aproveitar a vista incrível formada pelas montanhas que cercam a cidadela.

10. Em 1983, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) declarou Machu Picchu como sendo um Patrimônio Mundial da Humanidade. Em 2007, uma eleição global elegeu o local como uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo.