Recreio
Escola / Brasil

Do Saci a Mula-Sem-Cabeça: 8 criaturas do folclore brasileiro

Nosso folclore é rico em personagens com histórias bem curiosas. Conheça os principais

Redação Publicado em 23/04/2021, às 12h00 - Atualizado às 17h01

Cuca no programa O Sítio do Picapau Amarelo - Divulgação
Cuca no programa O Sítio do Picapau Amarelo - Divulgação

Folclore é o conjunto de mitos, lendas, ditados e costumes de um país. Ele é passado de geração em geração: os filhos aprendem com os pais, que receberam as informações dos próprios pais e assim por diante. O folclore aparece de muitas formas e em todas as regiões do mundo – cada país tem elementos únicos, que formam essa tradição.

1. Saci-Pererê

Ele adora aprontar! Entra nas casas, apaga a chama dos fogões e faz as pessoas se perderem nas estradas. Pulando em apenas uma perna, teria poderes vindos de um gorro vermelho – como ficar invisível e soltar um assobio que parece vir de lugar nenhum!

2. Boitatá

Há quem diga que, pelos campos e matas brasileiros, existe uma cobra de fogo. É Boitatá, que se transforma em um pedaço de madeira em brasa para queimar quem tenta incendiar as florestas. Ela seria a única sobrevivente de um grande dilúvio que cobriu a Terra.

3. Boto-Cor-de-Rosa

Morador dos rios, pode se transformar em um homem bonito, sempre de terno branco e chapéu (para esconder o orifício que possui no alto da cabeça, típico dos botos). É um conquistador de moças bonitas! Mas o romance dura pouco: antes do amanhecer, o rapaz desaparece sem deixar pistas.

4. Cuca

É o mais conhecido dos bichos-papões. Tem cabeça de jacaré e surge durante a noite para levar emboracrianças mal-educadas. Dizem que ela dorme apenas uma noite a cada sete anos e, quando fica brava, solta um grito que pode ser ouvido de muito longe!

5. Curupira

O pior pesadelo dos caçadores e de quem tenta derrubar e queimar as árvores é encontrar com esse ser! Ele se parece com um jovem índio, tem cabelo de fogo, olhos brilhantes, orelhas enormes, dentes azuis e pés virados para trás – que ajudam a despistar os caçadores que tentam seguir as pegadas do Curupira.

6. Iara

Com pele morena, olhos castanhos e cabelos longos, é uma versão brasileira da sereia. Meio mulher e meio peixe, produz um canto que faz os homens a seguirem até o fundo dos rios.

7. Mula-Sem-Cabeça

Quem precisa de cabeça quando se tem uma chama no lugar dela? É o caso desse ser do nosso folclore: um animal grande e com ferraduras de metal. É possível ouvir de longe o galope e os longos relinchos ou soluços da Mula-Sem-Cabeça. Se você achar que viu uma, deite de bruços e esconda unhas e dentes – o ser é atraído pelo brilho dessas partes do corpo.

8. Mapinguari

Esse morador das florestas (nos estados o Amazonas, Acre e Pará) tem pelos negros, garras afiadas e boca na altura do estômago. A parte mais assustadora está no cardápio dessa criatura, que se alimenta da cabeça das pessoas. Para atrai-las, emite gritos: se alguém responder, vai ao encontro do desavisado!