escola   / Esportes

Como fazer para se tornar um atleta?

Quer seguir carreira em algum esporte? Dê uma olhada nas exigências e saiba como rolam os treinos

Lucas Vasconcellos Publicado quarta 17 junho, 2020

Quer seguir carreira em algum esporte? Dê uma olhada nas exigências e saiba como rolam os treinos
- Getty Images

Futebol

Para entrar num time de futebol, normalmente, você passa por uma peneira: o clube seleciona jogadores com mais ou menos 10 anos de idade para serem monitorados e avaliados em alguns jogos. Os olheiros (pessoas que avaliam os futuros jogadores) priorizam a técnica, o envolvimento com a bola (domínio e passe, por exemplo), a capacidade de tomar decisões em campo e o comportamento com outros jogadores.

Treinos: No início, são quatro sessões semanais, com média de 90 minutos cada. Eles são educativos e recreativos, em campo adaptado (trave menor) e com menos atletas para que haja mais envolvimento com a bola.

Basquete

Alguns clubes fazem peneira para o basquete. Mas, em geral, as crianças com aptidão para o esporte começam brincando com os amigos ou numa escolinha especializada. O mais importante é gostar da modalidade. Normalmente, os clubes investem nos jogadores a partir dos 13 anos e a profissionalização vem depois dos 15 anos.

Treinos: Acontecem três dias por semana e têm duração de até 2 horas cada. É feito o aquecimento, com situações de jogo, exercícios de corrida, flexibilidade e força. Primeiro, é exigido coordenação e equilíbrio. A parte tática vem depois, com o controle do corpo, passe de bola e arremessos.

Ginástica artística

O processo de seleção para a ginástica artística depende da modalidade, mas uma boa idade para começar é a partir dos 6 anos. São observados força, flexibilidade, agilidade e o nível de consciência corporal, como a dimensão de espaço.

Treinos: Ocorrem três vezes por semana, 2 horas cada – a quantidade de horas aumenta com o tempo. São executados exercícios de aquecimento, preparação física, prevenção de acidentes e treino nos aparelhos (solo, cavalo com alça, argolas, salto sobre a mesa, paralelas simétricas e barra fixa).

Vôlei

Os clubes de vôlei realizam peneiras para avaliar a estatura, a história com o esporte e a coordenação motora. Sair do chão com facilidade, ter domínio da bola, ser extrovertido, ter espírito de liderança e domínio do espaço são diferenciais. Os atletas começam entre 10 e 11 anos.

Treinos: são cerca de cinco por semana, com 2 horas cada. Desses cinco dias, três são dedicados à preparação física com exercícios de coordenação motora (para braços e pernas, por exemplo), equilíbrio, alongamento e flexibilidade. Os outros são táticos com a bola (levantamento, saque e recepção, por exemplo).

Atletismo

O atletismo envolve corrida, lançamento, salto, provas combinadas, marcha e maratona. É importante ter os exames médicos em dia (a prática pode causar aceleração do batimento cardíaco, por exemplo). A iniciação é indicada a partir dos 11 anos, mas, em geral, a profissionalização ocorre depois dos 15 anos, quando o corpo está mais desenvolvido.

Treinos: o atleta iniciante treina três vezes por semana, em média 4 horas por dia. São praticados atividades de força, agilidade, coordenação motora, salto e treino com barreira. Muitos exercícios misturam mais de um tipo de treino.

Natação

A maior parte dos clubes possuem escolinhas ou cursos de natação, onde você aprende a nadar e, depois, ingressa numa equipe de competição. A primeira etapa é com 9 ou 10 anos. Os clubes fazem testes e observam as habilidades ao flutuar na água, a desenvoltura nos quatro nados (craw, costas, borboleta e peito), velocidade, saídas, viradas e chegadas dentro d’água.

Treinos: até entrar para uma equipe profissional, ocorrem uma vez por dia, por 3 horas, todos os dias. O trabalho é dentro d’água e o aquecimento fora. Numa equipe profissional, o treinamento acontece duas vezes por dia, por cerca de 5 horas diárias.

 

Consultoria: Adriano Titton (preparador físico da equipe sub-20 do São Paulo FC), Amauri Machado (técnico Principal da Base da Natação do Minas Tênis Clube), José Alves Neto (técnico do Flamengo e assistente técnico do Rubén Magnano na Seleção Brasileira Adulta Masculina), Guilherme K. Yamate (técnico do Diadema Tenri Gakuen), Lorenzo Ritli Filho (treinador de ginástica artística masculina do Esporte Clube Pinheiros) e Marcello Bencardino (Técnico Principal da Base do Vôlei Feminino do Minas Tênis Clube).

Último acesso: 10 Aug 2020 - 16:12:21 (1094726).